Atentado

Três foguetes foram disparados contra a embaixada dos EUA em Bagdá

Um dos foguetes caiu no perímetro da chamada Zona Verde, setor da capital iraquiana onde está localizada a embaixada e sob segurança máxima

Agência France-Presse
postado em 22/02/2021 14:08 / atualizado em 22/02/2021 19:33
 (crédito: Zaid AL-OBEIDI / AFP)
(crédito: Zaid AL-OBEIDI / AFP)

Vários foguetes foram disparados nesta segunda-feira (22/2) contra a embaixada dos Estados Unidos em Bagdá, disseram fontes da segurança à AFP. Este é o terceiro ataque contra interesses ocidentais no Iraque em uma semana.

Dois dos foguetes caíram no perímetro da chamada Zona Verde, setor da capital iraquiana onde está localizada a embaixada e sob segurança máxima, segundo um comunicado dos serviços de segurança iraquianos.

Pelo menos um dos foguetes caiu na sede da Segurança Nacional iraquiana, situada perto da missão diplomática americana, danificando vários veículos, informou à AFP uma fonte de segurança.

Outros foguetes caíram em bairros residenciais próximos. Um estacionamento sofreu danos, informou uma testemunha à AFP.

Ninguém reivindicou os disparos, mas o exército iraquiano disse ter localizado de onde foram feitos em um bairro do norte de Bagdá.

"Não houve vítimas ou danos", disse Wayne Marotto, porta-voz da coalizão internacional liderada pelos EUA contra o Estado Islâmico (EI), no Twitter.

Este é o terceiro ataque em uma semana contra a presença ocidental no Iraque, onde uma certa calma reinava nos últimos meses.

Mais de uma dezena de foguetes foram disparados há uma semana contra uma instalação militar em um aeroporto de Erbil, no Curdistão iraquiano (norte), onde estão as tropas americanas, que participam desde 2014 da coalizão contra EI.

Um funcionário civil estrangeiro foi morto no ataque na última segunda-feira, que causou outra vítima fatal.

Outra salva de foguetes atingiu uma base aérea ao norte de Bagdá no sábado, onde está localizada a maioria dos caças F-16 que o Iraque comprou dos Estados Unidos e que usa para combater células adormecidas do EI.

Este ataque causou um ferido, disseram fontes da segurança à AFP.

Poucas horas depois do ataque de segunda-feira, o porta-voz do Departamento de Estado garantiu que Washington "responsabilizará o Irã pelos ataques de seus aliados contra americanos" no Iraque.

Por outro lado, um jovem manifestante morreu nesta segunda-feira durante um protesto em Nassíria (sul), reduto do movimento que desafia o poder.

"Um manifestante que tinha menos de 20 anos foi morto", disse à AFP uma fonte médica, acrescentando que quatro manifestantes e 12 membros das forças de segurança ficaram feridos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE