Vacinas

Agência reguladora europeia se pronuncia nesta quarta-feira sobre a vacina AstraZeneca

Em março a EMA anunciou que os benefícios da vacina da AstraZeneca eram superiores aos riscos e que o fármaco continuava sendo seguro

Agência France-Presse
postado em 07/04/2021 09:23
 (crédito: Johan Nilsson/AFP)
(crédito: Johan Nilsson/AFP)

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) se pronunciará nesta quarta-feira (7/4) sobre as possíveis relações entre a vacina anticovid da AstraZeneca e a formação de coágulos sanguíneos.

A EMA explicará "a conclusão do estudo dos sinais de alerta" emitidos sobre a vacina após vários "casos de trombose" registrados, informa um comunicado divulgado pela agência, que tem sede em Amsterdã.

Vários países europeus suspenderam a vacina devido ao temor de que poderia provocar coágulos sanguíneos em algumas pessoas. A EMA estudou a possibilidade ao examinar casos registrados em vários países.

Na terça-feira (6/4), um funcionário da EMA mencionou a possibilidade de existência de uma "relação" entre a vacina e casos de trombose registrados após sua aplicação, em uma entrevista publicada pelo jornal italiano Il Messaggero.

Em 18 de março, a EMA anunciou que os benefícios da vacina da AstraZeneca eram superiores aos riscos e que o fármaco continuava sendo seguro. Mas a agência explicou que o vínculo entre a reação sanguínea e a administração da vacina era possível e que prosseguia com a análise dos diferentes casos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE