clima

Oeste do Canadá sofre 'cúpula de calor', que gera temperaturas recorde

A temperatura mais elevada registrada até agora no Canadá foi de 45 graus em duas cidades de Saskatchewan em 5 de julho de 1937, um recorde que poderá ser batido nos próximos dias

Agência France-Presse
postado em 27/06/2021 22:34
 (crédito: Geoff Robins / AFP)
(crédito: Geoff Robins / AFP)

A "cúpula de calor" sobre o oeste do Canadá bateu novos recordes de temperatura, gerando neste domingo (27) alertas em três províncias e dois territórios árticos.

Mais de 40 novos recordes de temperatura foram registrados na Columbia Britânica durante o fim de semana, inclusive na estação de esqui de Whistler.

Espera-se que as altas pressões que retêm o ar quente na região continuem batendo recordes no transcorrer da semana.

A Environment Canada emitiu alertas para as províncias de Columbia Britânica, Alberta e regiões de Saskatchewan, e também para Yukon e os Territórios do Noroeste.

"Uma onda de calor prolongada, perigosa e histórica persistirá durante esta semana", informou a agência.

"As temperaturas à tarde vão superar os 30 graus no domingo e atingirão um pico de quase 40 em algumas regiões em meados da semana", entre 10 e 15 graus a mais do que o habitual nesta época do ano, acrescentou.

A temperatura mais elevada registrada até agora no Canadá foi de 45 graus em duas cidades de Saskatchewan em 5 de julho de 1937, um recorde que poderá ser batido nos próximos dias.

"Faz mais calor em partes do oeste do Canadá do que em Dubai", disse o climatologista-chefe da Environment Canada, David Phillips.

Nos comércios esgotaram-se os aparelhos de ar condicionado e os ventiladores, enquanto nas cidades foram abertos centros de refrigeração e foram canceladas as campanhas de vacinação contra a covid-19.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE