Tailândia

Polícia usa bala de borracha e gás contra protesto em Bangcoc e deixa 3 feridos

Nos últimos meses, os protestos perderam força, devido às restrições pela pandemia e pelos processos abertos contra dezenas de manifestantes

Agência France-Presse
postado em 13/08/2021 13:39 / atualizado em 13/08/2021 13:40
 (crédito: Lillian SUWANRUMPHA / AFP)
(crédito: Lillian SUWANRUMPHA / AFP)

Três manifestantes ficaram feridos nesta sexta-feira (13/8), em Bangcoc, depois que a polícia usou balas de borracha e gás lacrimogêneo para sufocar um protestos contra o governo e sua gestão da crise sanitária da covid-19 - de acordo com um centro médico de emergência.

O movimento pró-democracia liderado pela juventude tailandesa levou dezenas de milhares de pessoas às ruas em 2020, exigindo a renúncia do primeiro-ministro, Prayut Chan-O-Cha, assim como a reforma da monarquia.

Nos últimos meses, os protestos perderam força, devido às restrições pela pandemia e pelos processos abertos contra dezenas de manifestantes.

O movimento recuperou ímpeto, porém, na última semana, com manifestações em pequena escala na capital tailandesa, quase diárias.

O ponto crucial do protesto é o novo surto de covid-19, com mais de 20.000 novos casos por dia registrados, além da lentidão da campanha de vacinação e o impacto econômico das restrições impostas.

Nesta sexta, desafiando a proibição de reuniões e concentrações, os manifestantes atearam fogo a sacolas com frutas podres, como símbolo das dificuldades econômicas dos agricultores.

Pelo menos três manifestantes ficaram feridos, entre eles o jovem ativista Thanat "Nat" Thanakitamnuay, informou um centro médico de emergência.

Um vídeo filmado pelos socorristas mostra o momento em que um deles é atingido no olho por uma bala de borracha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE