meio ambiente

Adolescente cria 'carrinho de passar roupa' movido a energia solar e discursa na COP26

Primeiro protótipo foi construído quando a jovem tinha 12 anos, e agora, aos 15, fez um discurso na COP26 sobre a importância das ações para o meio ambiente

Júlia Dara - Estado de Minas
postado em 11/11/2021 19:09
Vinisha teve a ideia de fazer a bicicleta com ferro de passar embutido que se sustenta por energia solar, 100% renovável e limpa -  (crédito: Reprodução/Instagram)
Vinisha teve a ideia de fazer a bicicleta com ferro de passar embutido que se sustenta por energia solar, 100% renovável e limpa - (crédito: Reprodução/Instagram)

A jovem Vinisha Umashankar, de 15 anos, foi reconhecida por construir uma bicicleta com uma tábua de passar roupa com ferro embutido alimentado por energia solar. O primeiro protótipo foi construído quando a adolescente tinha 12 anos, com a ajuda de engenheiros da Fundação Nacional de Inovação da Índia.

A estudante andava na rua quando se deparou com uma pessoa que passava roupas para ganhar a vida com um aparelho antigo, que usava carvão e emitia muita fumaça poluente. A partir disso, Vinisha teve a ideia de fazer a bicicleta com ferro de passar embutido que se sustenta por energia solar, 100% renovável e limpa.

“Isso me fez pensar na quantidade de carvão que queima a cada dia, e nos danos que causa ao meio ambiente”, disse a jovem de 15 anos à Rádio Pública Nacional dos Estados Unidos.

 Em 2 de novembro, ela fez um discurso na COP26, a reunião de cúpula da ONU sobre mudanças climáticas, em Glasgow, na Escócia. No evento, Vinisha reforçou a importância das ações imediatas ao meio ambiente para sua geração.

“Muitos da minha geração estão frustrados com líderes que têm feito promessas, mas não cumpriram. Temos todas as razões para estarmos nervosos, mas não tenho tempo para sentir raiva. Eu quero agir.”

Leia também:

A garota ainda destaca: “Eu e minha geração iremos viver para ver as consequências de nossas ações de hoje. Vocês estão decidindo se teremos ou não a chance de viver em um mundo habitável."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE