EUA

Biden reassume funções presidenciais após breve transferência para Kamala Harris

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, retomou suas funções após transferi-las para a vice-presidente, Kamala Harris, por uma hora e 25 minutos

Agence France-Presse
postado em 19/11/2021 17:45
 (crédito: BRENDAN SMIALOWSKI)
(crédito: BRENDAN SMIALOWSKI)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, retomou suas funções nesta sexta-feira (19), após transferi-las para a vice-presidente, Kamala Harris, por uma hora e 25 minutos, enquanto ele se submetia a uma colonoscopia com anestesia, anunciou a Casa Branca.


Biden, que passou por uma colonoscopia de "rotina", falou com Harris e seu chefe de gabinete por volta das 11h35 desta manhã (13h35 de Brasília). “Ele estava de bom humor e retomou suas funções naquela hora", tuitou a porta-voz Jen Psaki.


O presidente já teve alta e afirmou a jornalistas que seu check-up médico foi “ótimo”. "Meu exame transcorreu muito bem", disse ao deixar o hospital Walter Reed, nos arredores de Washington, às 14h05 locais (16h05 de Brasília).


A Casa Branca informou que Biden havia transferido suas prerrogativas à vice-presidente às 10h10 (12h10 de Brasília), nas condições previstas na Constituição dos Estados Unidos. Portanto, pela primeira vez, uma mulher ocupou, ainda que de forma temporária - uma hora e 25 minutos - a presidência americana.


Nesta sexta-feira, a agenda do presidente, que completará 79 anos no sábado, previa o indulto a dois perus pelo Dia de Ação de Graças. Esperava-se que o dia fosse dominado por uma votação no Congresso sobre seu grande plano de gastos sociais, mas de manhã a Casa Branca emitiu um breve comunicado informando a visita ao centro médico.

 

 "Rotina" 


A Casa Branca descreveu a consulta médica como "uma colonoscopia de rotina". O exame, que visa detectar anomalias no cólon, faz parte do primeiro check-up de saúde de Biden desde que ele assumiu o cargo em janeiro.


Psaki destacou que uma transferência de poder semelhante ocorreu "quando o presidente George W. Bush passou pela mesma intervenção em 2002 e 2007".


Segundo a 25ª emenda à Constituição dos Estados Unidos, quando o presidente não está "apto" para exercer suas funções, deve transferir seus "poderes e deveres" ao vice-presidente, que os exercerá até que o inquilino da Casa Branca diga que está em condições de assumi-los novamente.


A ex-porta-voz de Donald Trump, Stephanie Grisham, sugere em um livro que o bilionário republicano também passou por uma colonoscopia durante sua gestão, mas manteve isso em segredo.

 

Transparência 


Biden, que não fuma nem bebe álcool, está vacinado contra a covid-19 e recebeu uma terceira dose de reforço em setembro. Ele é o presidente mais idoso da história americana e tornou público que planeja concorrer à reeleição em 2024, mas há especulações de que poderia renunciar devido à sua idade.


Joe Biden prometeu transparência sobre sua saúde. Alguns partidários de Trump não perdem a oportunidade de lançar publicamente dúvidas, de forma menos ou mais direta, sobre sua saúde física e lucidez.


Quando se candidatou às primárias de seu partido em 2019, seu médico declarou que ele estava com "boa saúde". Em 1988, teve um sério problema: foi levado às pressas para o hospital após a ruptura de um aneurisma e um padre foi chamado para dar-lhe a extrema unção.


Se Biden não se candidatar a um segundo mandato, Kamala Harris, de 57 anos, seria a candidata natural para os democratas, embora até agora a maioria dos observadores tenha um balanço moderado de seu mandato como vice-presidente.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE