Oriente Médio

Premiê de Israel faz visita inédita aos Emirados Árabes

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, reuniu-se, ontem, com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi

Correio Braziliense
postado em 14/12/2021 06:00
 (crédito:  AFP)
(crédito: AFP)

Pouco mais de um ano após o restabelecimento das relações diplomáticas, Israel e Emirados Árabes deram um significativo passo para avançar na conexão entre os dois países. O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, reuniu-se, ontem, com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, na primeira visita, já considerada histórica, de um alto líder do Estado Judeu à nação da península Arábica. "Há uma nova realidade (no Oriente Médio)", assinalou Bennett, recebido pelo xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, em seu palácio privado.

A conversa durou mais de quatro horas, segundo assessores do premiê israelense. De acordo com a agência oficial de notícias dos Emirados, WAM, o príncipe herdeiro externou a expectativa de que a visita "contribua para uma maior cooperação em benefício dos povos de ambos os países e da região". Por sua vez, Bennett, que chegou ao Golfo no domingo à noite, também apostou em um novo momento nas relações. "Vamos trabalhar juntos para garantir um futuro melhor para nossos filhos", disse à WAM.

Mais tarde, em um vídeo após o fim da visita, destacou que houve "discussões relevantes, profundas e diretas sobre os dois países, a região, nossas economias e tecnologias e o que podemos fazer juntos". "Volto para Israel muito otimista, porque essa relação (com os Emirados) poderia ser um exemplo de como alcançar a paz no Oriente Médio", assinalou.

Em 15 de setembro do ano passado, Emirados Árabes Unidos e Bahrein se tornaram os primeiros países do Golfo a normalizar publicamente suas relações com Israel, estimulados pelo então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu genro, Jared Kuchner, idealizador da estratégia. O plano tem como base os chamados Acordos de Abraão, que deram origem a pactos similares com Marrocos e Sudão.

Acordos

Desde a aproximação, Emirados e Israel assinaram vários acordos em setores que vão do turismo à aviação, passando pelos serviços financeiros. Além de se reunir com o príncipe herdeiro, Bennett também teria reuniões sobre tecnologia, cultura e investimentos, segundo informou uma fonte da delegação israelense — os encontros não foram confirmados oficialmente.

A visita de Naftali Bannett a Abu Dhabi coincide com a retomada, em Viena, das negociações para salvar o acordo nuclear iraniano entre Teerã e as cinco principais potências mundial — Estados Unidos, Rússia, China, França, Alemanha e Reino Unido. Os Emirados Árabes, embora compartilhem com Israel a animosidade à República Islâmica, continuam sendo um importante sócio econômico do país. Nas últimas semanas, a região foi palco de um verdadeiro baile diplomático, até agora sem muitos resultados.

CONTINUE LENDO SOBRE