ONU

Secretário-geral da ONU pede em Davos a vacinação de toda a população mundial

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu a vacinar toda a população contra a covid-19 para superar a pandemia

Agence France-Presse
postado em 17/01/2022 15:42
Antonio Guterres -  (crédito: KENZO TRIBOUILLARD)
Antonio Guterres - (crédito: KENZO TRIBOUILLARD)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu nesta segunda-feira (17) no Fórum Econômico Mundial virtual de Davos (Suíça) a vacinar toda a população contra a covid-19 para superar a pandemia.

"Os últimos dois anos demonstraram uma realidade simples, porém dura: se deixarmos alguém atrás, ficamos todos para trás", destacou.

"Se não conseguirmos vacinar todas as pessoas, daremos lugar a novas variantes que vão se espalhar através das fronteiras e paralisar a vida cotidiana e as economias", acrescentou Guterres.

"A Organização Mundial da Saúde divulgou uma estratégia para vacinar 40% das pessoas em todos os países no fim do ano passado e 70% em meados deste ano", mas "estamos longe destes objetivos", lamentou.

"As taxas de imunização nos países de alta renda são, vertiginosamente, sete vezes mais altas nos países africanos. Precisamos de equidade na questão de vacinas agora", acrescentou.

O secretário-geral da ONU também exortou as principais potências a mostrar maior solidariedade econômica com os países em desenvolvimento.

"Falta solidariedade mundial", afirmou. "Se não dermos alívio da dívida e financiamento aos países em desenvolvimento, criamos uma recuperação desequilibrada que pode derrubar uma economia global interconectada".

E "se não conseguirmos reduzir a desigualdade, obstruiremos o progresso econômico de todas as pessoas em todos os países", disse Guterres.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE