Guerra no leste europeu

Lula pede solução pacífica para guerra na Ucrânia em evento no México

Em evento na Cidade no México, na quarta-feira (2/3), Lula afirmou que o mundo precisa de paz e apelou para que os governantes envolvidos no conflito encontrem uma solução na mesa de negociações

Victor Correia
postado em 03/03/2022 12:42 / atualizado em 03/03/2022 14:13
 (crédito: Ricardo Stuckert)
(crédito: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Lula (PT) defendeu uma resolução pacífica para a guerra entre Rússia e Ucrânia. O apelo foi feito na Cidade do México, na quarta-feira (2/3), durante a Segunda Assembleia de Legisladores do Morena, o Movimiento de Regeneración Nacional, partido de esquerda ao qual o atual presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, é filiado.

Em discurso, Lula afirmou que “o mundo precisa de paz”. Ele pediu aos envolvidos no conflito que “baixem as armas, sentem na mesa de negociação e encontrem a solução para o problema que levou vocês ao começo de uma guerra”. O ex-presidente disse ainda que o conflito envolve, além da Ucrânia e da Rússia, os membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e todo o continente europeu.

Ao citar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, Lula disse que, “se ele tivesse pedido para a gente dizer se ele deveria ou não invadir a Ucrânia, a gente teria que dizer não. Gaste mais uma mesa, mais uma hora, mais um mês, mais um ano numa mesa de negociação”.

Ainda na quarta, em seu perfil no Twitter, o petista criticou a guerra no Iraque — inciada em 2003, ainda em seu primeiro mandato como presidente — e disse que ela foi “baseada numa grande mentira sobre armas químicas”.

Lula está em viagem ao México desde segunda-feira (28/2), marcando o retorno de sua agenda fora de São Paulo desde o aumento de casos da variante ômicron no país. Além de sua participação na Assembleia, o petista se encontrou com o presidente mexicano, López Obrador.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE