Denúncia de "russofobia"

Correio Braziliense
postado em 19/03/2022 00:01

Moscou acusou o Conselho Europeu, que a excluiu oficialmente há três dias, de ser um instrumento "russofóbico" a serviço do Ocidente, dizendo que rejeita a "tutela de Bruxelas" em matéria de direitos humanos. "Devido à atividade russofóbica ocidental, essa estrutura está perdendo sua razão de ser. Ao colocar os interesses do bloco acima de seus próprios objetivos estatutários, o Conselho Europeu se transformou em um instrumento obediente à União Europeia, Otan e seus satélites", declarou a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, em um comunicado. O Conselho da Europa removeu a Rússia, que fazia parte desde 1996 da organização de vigilância dos direitos humanos, devido à ofensiva contra a Ucrânia. Um dia antes, Moscou já havia iniciado o procedimento de saída.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE