Alerta chinês

Correio Braziliense
postado em 20/03/2022 00:01

Um dia depois de o presidente chinês, Xi Jinping, pedir o fim do conflito, o vice-ministro das Relações Exteriores da China criticou a expansão da Otan e as sanções impostas à Rússia. Le Yucheng declarou que a "raiz" da guerra atual "está na mentalidade da Guerra Fria e na política de poder" da Otan, que busca aumentar o seu território para o leste europeu. "Empurrar um grande país, especialmente uma potência nuclear, para o canto, acarretaria repercussões terríveis demais",alertou.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE