Hollywood

Academia bane Will Smith por 10 anos

Correio Braziliense
postado em 09/04/2022 00:01
 (crédito: Fotos: Robyn Beck/AFP)
(crédito: Fotos: Robyn Beck/AFP)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou, ontem, que proibiu o ator Will Smith de comparecer a eventos da instituição e à cerimônia de entrega do Oscar durante os próximos 10 anos devido ao tapa que desferiu no comediante Chris Rock na última premiação. Will reagiu a uma piada feita por Rock sobre sua mulher, Jada Pinkett Smith, que sofre de alopecia, doença que provoca a queda de cabelo.

Segundo indicaram em nota o presidente da junta da organização, David Rubin, e a diretora executiva, Dawn Hudson, durante esses dez anos Smith "não estará permitido a comparecer a nenhum evento ou programa da Academia, seja pessoal ou virtualmente, incluindo, entre outros, os prêmios da Academia". A instituição manteve o Oscar de melhor ator que Smith ganhou este ano por King Richard. Uma eventual sanção ou impedimento para indicações futuras não foi mencionada.

A agressão ofuscou a maior gala do cinema e surpreendeu milhões de telespectadores que a acompanhavam ao redor do mundo. "A 94ª edição do Oscar estava destinada a ser uma celebração das muitas pessoas de nossa comunidade que fizeram um trabalho incrível no ano passado; no entanto, esses momentos se viram ofuscados pelo comportamento inaceitável e prejudicial que vimos o Sr. Smith exibir no palco", apontou a nota da Academia.

"Durante a transmissão, não abordamos adequadamente a situação na sala. Por isso, lamentamos. Esta foi uma oportunidade para darmos um exemplo para nossos convidados, espectadores e nossa família da Academia em todo o mundo, e ficamos aquém — despreparados para um incidente sem precedentes", afirmou a nota, que também elogiou o comportamento de Rock. "Queremos expressar nossa profunda gratidão ao Sr. Rock por manter a compostura em circunstâncias extraordinárias."

O comunicado dos maiores nomes da industria cinematográfica americana acrescentou que "esta ação que estamos tomando hoje (ontem), em resposta ao comportamento de Will Smith, é um passo em direção a um objetivo mais amplo de proteger a segurança de nossos artistas e convidados, e restaurar a confiança na academia. Também esperamos que isso possa começar um período de cura e restauração para todos os envolvidos e afetados".

Por meio da revista norte-americana Variety, Smith se pronunciou sobre a decisão da junta da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. "Aceito e respeito", disse. Em 1º de abril, o ator havia anunciado a renúncia à Academia e admitiu que a agressão a Rock foi "imperdoável". "Eu traí a confiança da Academia. Privei outros indicados e ganhadores da oportunidade de celebrarem e de serem celebrados por seu extraordinário trabalho", escreveu.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE