Mercado S/A

Correio Braziliense
postado em 25/11/2020 23:45
 (crédito: Wilson Dias/Agência Brasil - 29/11/17)
(crédito: Wilson Dias/Agência Brasil - 29/11/17)

O otimismo dos executivos
A pandemia do coronavírus está longe de acabar, a economia continua em marcha lenta e há um longo caminho para que os empregos perdidos durante a crise sejam recuperados. O cenário é desolador, certo? Muito pelo contrário. Segundo estudo realizado pela consultoria KMPG, os executivos brasileiros estão otimistas com 2021. Para 41% deles, o faturamento de suas empresas irá aumentar entre 10% e 25% no ano que vem, enquanto outros 35% estimam crescimento de até 10%. Apenas 2% dos entrevistados acreditam que as receitas diminuirão. A pesquisa é relevante pela abrangência. Foram consultados empresários de todas as regiões do Brasil, que atuam em setores distintos. De fato, o consenso é de que o Brasil atravessou relativamente bem a crise, apesar dos desafios impostos pelo coronavírus. Com as reformas no horizonte — especialmente a tributária, prevista para ser aprovada no primeiro semestre de 2021 — , a expectativa é de que o país consiga sair do sufoco.

 

"A sociedade não tolera mais empresas que pensam apenas nos seus lucros”
Jeff Bezos, fundador da Amazon

 


Galpões logísticos em alta
O avanço do comércio eletrônico aqueceu o mercado de galpões logísticos. Segundo estudo da consultoria JLL, a vacância no setor foi de 17% no terceiro trimestre, o menor nível desde 2013, no início da série histórica. O estudo monitorou galpões em diversos estados brasileiros, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, além de capitais do Nordeste, Centro-Oeste e Sul. O segmento está em alta, com investimentos recentes de empresas como Amazon e Mercado Livre.

 


Cadê a distribuidora que estava aqui?
A Agência Nacional do Petróleo (ANP) vem passando por situações inusitadas. Na última terça, o órgão regulador foi obrigado a notificar, em publicação no Diário Oficial da União, a distribuidora de combustíveis Vetor por não localizar a sede da empresa no endereço registrado, no município paranaense de Mandaguaçu. Os fiscais da agência perderam a viagem e, por consequência, a missão de cobrar a empresa que, desde março, sofre processo por inadimplência tributária.

 

 

Eike Batista está de volta?
A OSX Brasil, empresa da área de construção naval que tem o empresário Eike Batista como principal acionista, deu um importante passo para se livrar das encrencas do passado. A Justiça encerrou a recuperação judicial da companhia, abrindo espaço para que opere normalmente. Como não poderia deixar de ser, o mercado adorou a notícia. Ontem, as ações da empresa chegaram a subir 100%. Em tempo: Eike já foi condenado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 


58%
das empresas abertas na pandemia são comandadas por mulheres, segundo pesquisa feita pela startup de educação financeira Me Poupe!

 


Rapidinhas

» A Black Friday chegou a todos os setores e ramos de atividade. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) oferece, até o 1º de dezembro, desconto de 35% nos cursos da série “Quero Exportar”, voltados a profissionais e empresários interessados em colocar seus produtos no mercado internacional. As aulas são a distância.

» A pandemia aqueceu o mercado de terapia on-line. Segundo o Google Trends, a busca pelo serviço disparou 360% em um ano. De olho nesse mercado, a Docpass lançou consultas psicológicas virtuais que custam R$ 50. A Docpass integra a Conexa Saúde, maior plataforma independente de telemedicina do país.


» Na safra de indicadores positivos, chama atenção o saldo das contas externas do Brasil. Em outubro, elas fecharam no positivo pelo terceiro mês consecutivo. De acordo com o Banco Central, o superavit nas transações correntes — as compras e vendas de mercadorias e as transferências de rendas — chegou a US$ 1,47 bilhão.

» A Engie realiza, de 1º a 3 de dezembro, a Maratona PLD Horário, evento on-line que discutirá as implicações do novo modelo de precificação da energia no país. Os especialistas debaterão mudanças regulatórias e as modalidades de negócios que serão implementadas — os setores de serviços e comércio tendem a ser os mais impactados.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE