Tecnologia no campo em debate

Seminário promovido pelo Correio, em parceria com a ABDI, divulgará inovações aplicadas na agropecuária

Maria Eduarda Angeli*
postado em 22/11/2021 00:01
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

A aplicação de tecnologia no campo tem sido um dos principais fatores de aumento da produtividade do agronegócio nos últimos anos. Para divulgar informações sobre os mais recentes progressos nessa área, o Correio Braziliense reunirá autoridades, especialistas e convidados, na próxima quarta-feira, num debate sobre o programa Agro 4.0, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), que será transmitido ao vivo pelas redes sociais do jornal — Facebook, Twitter e YouTube — a partir das 15h30.

O programa Agro 4.0 objetiva incentivar o agronegócio a adotar recursos tecnológicos de última geração para otimizar a produção do setor. A atual edição selecionou 14 projetos-piloto, entre 100 inscritos, tidos como modelos de aplicação de soluções de aumento de produtividade e redução de custos.

A abertura do evento terá a participação do secretário especial do Ministério da Economia e presidente do Conselho Deliberativo a ABDI, Carlos Alexandre Jorge da Costa. Além dele, falarão o presidente da agência, Igor Calvet; o secretário de Inovação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Fernando Camargo; e o deputado Alceu Moreira (MDB-RS), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária.

Após a abertura, dois painéis com especialistas tratarão de assuntos como internet das coisas, sensoriamento remoto, inteligência artificial e robótica, A mediação será feita pelo editor executivo do Correio Vicente Nunes.

A ideia do programa Agro 4.0 é fomentar a modernização da agricultura do país, já que ao longo dos últimos anos a tecnologia tem se consolidado como ponto chave para garantir maior eficiência no campo. Sendo possível avançar nesse sentido, a expectativa é que o Brasil tenha novas e mais diversificadas oportunidades.

"O agronegócio é um segmento essencial para a economia brasileira. Adotar tecnologias 4.0 aumenta a produtividade e torna nossa indústria, e também o campo, ainda mais competitivos", analisa o presidente da ABDI, Igor Calvet.

Estagiária sob a supervisão

de Odail Figueiredo

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE