Obutário

Eduardo Guardia, 56, ex-ministro

Correio Braziliense
postado em 12/04/2022 00:01
 (crédito: Antonio Cruz/Agencia Brasil)
(crédito: Antonio Cruz/Agencia Brasil)

CEO da BTG Pactual Asset e ex-ministro da Fazenda no governo Temer, o economista Eduardo Refinetti Guardia faleceu ontem, aos 56 anos. Guardia era doutor em Economia pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP).

Guardia foi ministro da Fazenda do Brasil em 2018, secretário executivo do mesmo ministério entre 2016 e 2018, secretário do Tesouro Nacional em 2002, além de secretário de Fazenda do Estado de São Paulo, entre 2003 e 2006.

O economista atuou ainda como diretor executivo da B3 e diretor Financeiro e de Relações com Investidores da gestora GP Investments.

O Ministério da Economia divulgou nota de pesar sobre a morte de Eduardo Guardiã. "Durante sua trajetória pública, a atuação de Guardia foi fundamental na construção de soluções importantes para a economia brasileira. O ex-ministro sempre se notabilizou pelo trabalho incansável, a gentileza no trato e o permanente espírito público, inspirando todas as equipes que liderou", destacou o Ministério.

Sobriedade

A Instituição Fiscal Independente (IFI) também lamentou o falecimento do economista. "Guardia serviu ao país, nos diversos cargos que ocupou, de maneira sóbria, técnica e com espírito público", diz a nota, publicada no Twitter.

A economista Elena Landau ressaltou a perda de Guardia para o país. "Eduardo Guardia dedicou sua vida a melhorar a vida de todos nós. Foi o comandante das reformas no governo Temer. desde os tempos de FHC, sempre discreto e super competente. A Brasil fica menor sem ele #RIP." (MP)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE