Canais de streaming dominam transmissões de futebol

Correio Braziliense
postado em 22/04/2022 00:01

As transmissões de partidas de futebol passam por grandes mudanças. As tradicionais emissoras de tevê agora têm a concorrência agressiva dos canais de streaming, que estão sedentos para fisgar o público apaixonado pelo esporte. É louvável que o setor se atualize. Afinal, nos últimos anos o formato tem permanecido o mesmo, com um locutor no comando e um comentarista como seu assistente. Gigantes como Amazon, com o seu Prime Video, e HBO Max compraram os direitos de importantes campeonatos e não darão trégua enquanto suas exibições não emplacarem. Em geral, o que os serviços de streaming procuram acrescentar é o humor. Bem dosado, ele é bem-vindo, mas o que se tem visto é um exagero de piadas e brincadeiras em detrimento da informação. A boa notícia é o que o processo está apenas no começo, e certamente ajustes serão feitos. E não tem jeito: se você quiser ver o jogo de seu time, certamente terá de assinar um canal pago.

Perda de assinantes da Netflix surpreende mercado

A queda de assinantes da Netflix pela primeira vez em uma década traz preocupações para o setor. De acordo com recente relatório divulgado pela empresa, 200 mil pessoas deixaram de assinar o serviço no primeiro trimestre, algo tão inesperado quanto surpreendente. Qual é o caminho? Analistas consideram que o streaming não tem muito espaço para crescer nos países ricos. O foco provavelmente será direcionado para os emergentes. No Brasil, esse tipo de serviço continua em expansão.


Musk joga
pesado para comprar Twitter

Elon Musk dispõe de artilharia pesada para comprar o Twitter. O fundador da Tesla e da Space X informou à SEC (Securities and Exchange Commission, a CVM americana) que dispõe de
US$ 46,5 bilhões para bancar a aquisição da rede social. Musk disse que levantou US$ 25,5 bilhões em empréstimos de um grupo de bancos liderado pelo Morgan Stanley e que vai oferecer outros US$ 21 bilhões em ações para efetivar o acordo. Como se vê, ele está mesmo determinado a assumir o controle da plataforma.

Veneza vai cobrar entrada de turistas

Veneza, uma das cidades mais visitadas do mundo, tomou uma decisão polêmica: para visitá-la, só pagando. Será o primeiro destino do planeta a adotar tal medida. As cobranças começam em 2023 e vão de três a 10 euros. Segundo a administração local, os valores mudam de acordo com a quantidade de pessoas que visitam Veneza — se a cidade estiver com lotação mínima, a taxa será mais barata. A decisão foi tomada como forma de evitar a degradação local e, claro, para abastecer os cofres públicos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE