Opinião

Artigo: Patty Pimentinha e Charlie Brown

Ainda há quem torça o nariz para mulheres esportistas

Marcos Paulo Lima
postado em 17/10/2020 09:37

Peanuts — a tira de jornal criada pelo cartunista norte-americano Charles Schulz publicada pela primeira vez, em 1950, que ganhou status de desenho animado e ficou conhecida, no Brasil, como Minduim ou Snoopy, acaba de completar 70 anos. A história de dois personagens, Charlie Brown e Patty Pimentinha, tem mensagens fortes para o esporte.

Estamos no século 21. Porém, ainda há quem torça o nariz para mulheres esportistas. Principalmente, se elas escolhem praticar futebol. Charles Schulz comprou a briga feminina há 70 anos. Esboçou e deu vida a Patricia Reichardt — Patty Pimentinha.

A menina nasceu atleta. É craque no baseball. Só chama menos atenção do que o companheiro de time, o cachorrinho beagle Snoopy. Patty Pimentinha é líder. Capitã. Sincera e, às vezes, ingênua, não pensa para falar. Encara qualquer desafio. Menos estudar.

Patty Pimentinha erra ao dar de ombros para a educação. Dorme na sala de aula. É má aluna. Porém, acerta ao mostrar que não há brincadeira de garoto e garota.

O futebol feminino, por exemplo, evolui no Brasil na esteira do sucesso da rainha Marta, eleita seis vezes melhor do mundo. Hoje, é possível ver pais de menina batendo bolinha com elas. Sou um deles. Minha filha Isabela adora assistir e praticar esportes. Desfruta os novos tempos até com o avô materno, Horácio, com quem faz tabelinhas. Entretanto, volta e meia notamos por aí olhares de espanto, julgamento e condenação.

Outro legado de Peanuts é o drama pessoal de Charlie Brown — o garoto condenado ao fracasso, que falha em quase tudo o que tenta fazer. A determinação do filho de barbeiro contrasta com a insegurança e a fama de azarado. Sonha em ser jogador de futebol americano, mas é zoado. Lucy segura a bola oval para que ele chute, tira do caminho, Charlie Brown chuta o vácuo e cai de costas. Quantas vezes você ouviu que o filho não leva jeito para esporte? Que até sofre bullying nas escolinhas da vida.

Episódios como Charlie Brown’s All-Stars tocam em outros temas contemporâneos. O time de beisebol de Minduim consegue patrocínio e uniformes sob uma condição: tirar as meninas da equipe. Em You’re a Good Sport, Charlie Brown, ele vence corrida de moto. Em vez de ingressos para boliche, o calvo Minduim, filho de barbeiro, ganha cortes de cabelo.

Peanuts celebra 70 anos, mas prova que sempre esteve na vanguarda em temas tão atuais da vida e do esporte. Sim, sua Patty Pimentinha pode e deve jogar futebol. Sim, seu Charlie Brown leva jeito para algum esporte. Descubram juntos qual é. Divirtam-se.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação