Visto, lido e ouvido

Desde 1960

Circe Cunha (interina)
postado em 25/11/2020 22:53 / atualizado em 25/11/2020 23:01

5G e a independência do Brasil

Aqueles que se empenham em buscar a verdade sobre os fatos, sabem que, assim como a flor de lótus, que brota nos pântanos insalubres, também ela pode ser encontrada em meio à sujeira material e à degradação humana. Partindo desse princípio simples e que contradiz o senso comum de que beleza e verdade formam um único e só corpo, é preciso muita atenção às atitudes e ao empenho firme do governo chinês, no sentido de induzir a adoção, em nosso país, da ainda polêmica tecnologia 5G.

Sobretudo é preciso ficar atento ao que pode estar camuflado nesse empenho oficial, quando se assiste à sequência de ameças veladas que seu representante no Brasil vem fazendo abertamente para impor essa que é uma agenda do Partido Comunista Chinês (PCC) sobre os interesses do nosso país.

A transformação do Brasil numa espécie de arena onde se engalfinham americanos e chineses, cada qual defendendo a eficácia e lisura de sua tecnologia, deve ser acompanhada por todos com olhos bem vivos. A favor dos americanos, não está apenas o fato da gravitação das forças geopolíticas, mas, principalmente, quando é historiado que essa tecnologia tem DNA em pesquisas realizadas e desenvolvidas ao longo dos anos por americanos e que foram, uma a uma, pirateadas pelos chineses, que seguidamente têm demonstrado pouco apreço por questões como direitos intelectuais tanto industriais quanto de tecnologia de ponta.

A defesa ferrenha que o representante do governo chinês faz da empresa Huawei, que seria a responsável pela venda dessa tecnologia, deixa claro a estreita ligação entre o PCC e essa gigante das telecomunicações. Fosse uma empresa que operasse em regime de livre mercado e de ampla concorrência na China, e sem as ligações pouco transparentes que a une à burocracia estatal daquele país, por certo caberia aos mandatários comunistas observar as movimentações econômicas no exterior dessa empresa para fins fiscais.

Mas, o empenho ferrenho e as declarações dadas por sua Embaixada no Brasil deixam à mostra que essa não é, como se faz supor, uma empresa privada com pretensões de lucros, mas uma empresa estatal que trabalha diretamente sob as ordens da burocracia chinesa e cujos objetivos vão muito além de qualquer pretensa parceria na área de comunicações.

A segurança nacional, tão cara à área militar do governo e tão necessária aos países modernos, não pode ser descuidada num momento como esse. O megaleilão que será realizado, talvez em 2021, e que, segundo a própria Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), será o momento-chave que poderá marcar uma posição de independência do Brasil em relação à pressão econômica que a China vem fazendo sobre o nosso país, desde que o governo Lula decidiu que aquela nação asiática era uma verdadeira economia de mercado, abrindo as portas para a entrada massiva dos produtos made in China e que tantos males têm causado, desde então, à nossa indústria e à nossa iniciativa privada


A frase que foi pronunciada

“O carvalho poderoso de hoje é apenas a noz de ontem, que se manteve firme.”

David Icke, é um criador de teorias conspiratórias britânico. Escritor e orador, se dedicou, desde 1990, a pesquisar sobre “quem e o que está realmente controlando o mundo”.
(fonte: Wikipedia)

Conhecer

» Cada vez mais valorizados, os catadores e recicladores do DF terão, nas mãos, a segunda edição do Anuário de Reciclagem, que será lançado amanhã pela Associação da classe, via on-line.

Diferente

» Compras pela internet estão sendo entregues na cidade depois das 19h. Questão de segurança ou mobilidade, está agradando os consumidores.

Opinião

» Leitor pontua sobre desenvolvimento desconstruindo a ideia de que apenas a educação é capaz de salvar a pátria. “Hitler se elegeu com 30% dos votos em uma Alemanha cujo nível de educação, já naquela época, seria um sonho para nós no Brasil de hoje em dia. Trump se elegeu presidente e teve 73 milhões de votos em um país cujo nível de educação dificilmente será atingido pelo Brasil neste século. A Argentina se afunda cada vez mais na lama do subdesenvolvimento há cerca de 70 anos, a despeito de ainda hoje ter um nível educacional muitíssimo superior ao nosso, com crise e tudo mais. (continua no Blog do Ari Cunha)


História de Brasília
No aeroporto, há uma área para embarque e desembarque, onde ninguém estaciona. Vai daí o verde-amarelo chega, para ali mesmo, e quem quiser que salte na lama, porque o pátio de desembarque está ocupado pelo carro do governo, que está desorganizando o serviço. (Publicado em 16/12/1961)

 

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE