OPINIÃO

Artigo: Quem vai pilotar esse avião?

Correio Braziliense
postado em 07/05/2021 06:00
 (crédito: Gomez)
(crédito: Gomez)

Por ORLANDO THOMÉ CORDEIRO — Consultor em estratégia

Pesquisa do Instituto Travessia, publicada pelo Valor, aponta Bolsonaro e Lula, cada um com 28% de intenções de voto. Porém, quem aparece na frente é o somatório de Outros, com 35%. Ou seja, um terço da população está procurando uma alternativa aos dois líderes da pesquisa. Nesse grupo de 10 nomes, temos Moro (10%), Ciro (8%), Huck (5%), Dória (3%), Rodrigo Maia (3%), Amoêdo (2%), Mandetta (2%), Luiza Trajano (1%), Eduardo Leite (1%) e Alexandre Kalil (0%).

Na pergunta sobre a segunda opção de voto, é curioso ver que 10% dos eleitores de Bolsonaro escolheriam Lula e 7% dos eleitores de Lula optariam por Bolsonaro. Vejam a seguir os três nomes mais citados como segunda opção entre os apoiadores de cada uma das 12 candidaturas pesquisadas: Bolsonaro - Moro (66%), Amoêdo (51%) e Mandetta (48%); Lula — Ciro (51%), Huck (43%) e Maia (27%); Moro — Mandetta (53%), Amoêdo (47%) e Bolsonaro (43%); Ciro — Lula (57%), Mandetta (35%) e Huck (28%); Huck - Lula (52%), Ciro (40%) e Mandetta (37%); Dória — Moro (61%), Mandetta (54%) e Amoêdo (43%); Maia — Mandetta (52%), Ciro (39%) e Moro (35%); Amoêdo — Moro (72%), Trajano (45%) e Mandetta (40%); Mandetta — Moro (66%), Dória (43%) e Maia (33%); Leite – Moro (57%), Amoêdo (40%) e Trajano (38%); Trajano — Moro (42%), Mandetta (36%) e Amoêdo (35%); Kalil — Mandetta (38%), Moro (35%) e Ciro (35%).

Mandetta é citado nove vezes como segunda opção de voto entre as demais 11 candidaturas pesquisadas, seguido de Moro (8 citações), Amoêdo (5), Ciro (4), Lula (2), Trajano (2), Huck (2), Maia (2) e Bolsonaro (1). Moro é a primeira alternativa entre eleitores de Bolsonaro, Dória, Amoêdo, Mandetta, Leite e Trajano, enquanto Mandetta ocupa essa condição entre eleitores de Moro, Maia e Kalil.

Sem os nomes de Lula e Bolsonaro, a pesquisa ficou assim: Moro (19%), Ciro (13%), Huck (11%), Maia (6%), Dória (5%), Amoêdo (4%), Mandetta (4%), Leite (2%), Trajano (2%), Kalil (1%) e “nenhum deles” (23%).

Também para esses 10 nomes, verificou-se a percepção relativa a algumas características. Considerando-se apenas os três mais citados em cada caso, temos o seguinte: Mais simpático — Huck (23%), Mandetta (21%) e Moro (13%); Mais trabalhador — Mandetta (12%), Dória (11%) e Moro (11%); Mais preparado — Dória (18%), Ciro (15%) e Mandetta (9%); Mais inteligente — Ciro (24%), Dória (14%) e Moro (13%); Mais honesto — Moro (31%), Mandetta (9%) e Amoêdo (9%); Melhor para combater a corrupção — Moro (39%), Amoêdo (8%), Mandetta e Ciro (4%); Mais preparado para resolver o problema da saúde — Mandetta (28%), Dória (18%) e Ciro (8%); Mais preparado para resolver o problema da educação — Ciro (19%), Huck (17%) e Moro (8%); Mais preparado para resolver o problema da segurança — Moro (14%), Ciro (9%) e Dória (9%); Mais preparado para gerar emprego e renda — Ciro (11%), Dória (9%) e Amoêdo (8%).

Outra informação relevante trazida pela pesquisa diz respeito à pergunta sobre qual deve ser a prioridade do próximo presidente que apresentou as seguintes respostas: saúde (21%), combate à corrupção (20%), geração de emprego e renda (20%), educação (16%), segurança (13%) e assistência social (8%).

Partindo da pesquisa e fazendo alguns cruzamentos, vale a pena destacar certos aspectos. Um deles se refere ao potencial eleitoral das candidaturas que somam 35% das intenções de voto. Neste grupo, salta aos olhos a força do nome de Moro. Desde a divulgação das mensagens hackeadas há dois anos, o ex-juiz passou a ser alvo de contínuos e pesados ataques vindos do Supremo Tribunal Federal (STF), de políticos e partidos de todos as matizes, de bolsonaristas, de lulopetistas e de boa parte da mídia tradicional. Um verdadeiro bombardeio. Ainda assim, ele vem aparecendo como terceiro colocado em inúmeras pesquisas, mesmo sem uma presença ativa na mídia e nas redes sociais. Haja resiliência!

Moro é o potencial candidato que aparece com mais chances de atrair franjas de apoiadores de Bolsonaro descontentes ou arrependidos. Além disso, o combate à corrupção continua sendo prioridade para parcela expressiva da população, aparecendo na pesquisa com índice igual ao tema saúde, mesmo em plena pandemia! E nesse quesito, assim como em honestidade, aparece disparado na frente, estando bem colocado em outras cinco das 10 características pesquisadas.

Cerca de 40% do eleitorado quer um nome diferente dos dois que estão na liderança das pesquisas. Moro pode se credenciar para esse posto. Ele tem uma pista preparada para seu avião taxiar e levantar voo. Resta saber se vai querer assumir a cabine de comando.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE