''Janeiro é uma boa aposta'', diz Pazuello sobre vacina para covid-19

Ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o ministro interino da Saúde disse que a vacina provavelmente será disponibilizada no começo de 2021

Thays Martins
postado em 06/08/2020 20:29 / atualizado em 06/08/2020 23:40
 (foto: Reprodução/Faceook)
(foto: Reprodução/Faceook)

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira (6/8) que a vacina para a covid-19, em testes no Brasil, deve ser disponibilizada em janeiro de 2020 para a população. A declaração foi dada na live semanal do presiente Jair Bolsonaro (sem partido), transmitida pelo Youtube. "Vou deixar o ministro falar, quando ele falar vão pensar que ele nem é general e sim um médico", afirmou o presidente.

"Essa é a mais promissora até o momento e deve ficar em condiçôes em janeiro do ano que vem. Janeiro é uma boa aposta. É a solução final da pandemia", disse o ministro sobre a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford.

Nesta quinta, o presidente Bolsonaro assinou uma Medida Provisória para compra de 100 milhões de doses da vacina. "No início iremos vacinar metade da população e depois todo mundo", explicou o ministro.


 

Críticas a Doria

Mais cedo, durante cerimônia de assinatura da MP, Bolsonaro chegou a projetar que a imunização estaria disponível em dezembro. O presidente também desdenhou da CoronaVac — vacina chinesa também em teste no Brasil — e atacou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB): “O que é mais importante nessa vacina (de Oxford), diferente daquela outra que um governador resolveu acertar com outro país: vem a tecnologia pra nós. E junto com os meios que nós temos, nós temos como, realmente, dizer que fizemos o possível e o impossível para salvar vidas, ao contrário daqueles que teimam em continuar na oposição desde 2018, dizer o contrário”.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação