Celso de Mello tira licença

postado em 20/08/2020 06:00

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), vai tirar licença médica, o que deve provocar votações ainda mais acirradas no plenário da Corte.
Com um dos 11 magistrados ausentes, as votações correm o risco de empatar — o que deixará a decisão no voto do presidente do tribunal. Em janeiro deste ano, Mello passou por uma cirurgia para colocação de prótese no quadril.
Na ocasião, se afastou do trabalho por um mês. Em março, se retirou novamente para tratamento médico, retornando na segunda quinzena de abril. Neste mês, houve outra ausência, de alguns dias, para realizar exames. A licença anunciada ontem é por tempo indeterminado. Em 1º de novembro deste ano, ele completará 75 anos e será aposentado compulsoriamente.
Em razão disso, o presidente Jair Bolsonaro terá de indicar um
novo nome, que passará por sabatina no Senado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação