Bolsonaro desliga porta-voz Rêgo Barros após deixá-lo isolado no governo

O porta-voz foi perdendo espaço após Bolsonaro conceder entrevistas na saída do Palácio da Alvorada

Ingrid Soares
postado em 26/08/2020 21:27 / atualizado em 26/08/2020 21:27
 (foto:  AFP / EVARISTO SA)
(foto: AFP / EVARISTO SA)

O presidente Jair Bolsonaro decidiu desligar do quadro de funcionários o porta-voz da presidência, o general Otávio Rêgo Barros. A exoneração deverá ocorrer nas próximas semanas. A informação é da assessoria do Ministério das Comunicações.

O porta-voz foi perdendo espaço após Bolsonaro conceder entrevistas na saída do Palácio da Alvorada. Este ano, a desidratação ficou maior após a criação do Ministério das Comunicações, em junho. Outros militares que trabalham com o porta-voz também poderão ser exonerados.

Em nota, a pasta afirmou que com a reestruturação da comunicação do governo, o cargo de porta-voz da Presidência da República será desativado em novo decreto a ser publicado nos próximos dias.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação