ELEIÇÕES 2020

Definiçõe sem São Paulo

Em convenções virtuais, PSDB confirma a candidatura de Bruno Covas à reeleição, enquanto PT aposta em Jilmar Tatto

Correio Braziliense
postado em 12/09/2020 23:13
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi oficializado candidato à reeleição em uma convenção virtual formatada para exaltar a ampla aliança partidária em torno do tucano. Além do PSDB, fecharam com o tucano as seguintes siglas: DEM, Podemos, MDB, PSC, Progressistas, PL, PROS, Cidadania e PV. Esse arco vai garantir a Covas o maior tempo de exposição na campanha eleitoral no rádio e tevê.

Embora o prefeito tenha evitado nacionalizar o discurso, aliados defenderam que Covas é na capital o vetor de uma coalizão que almeja ir além da eleição municipal e pode ser o primeiro passo de uma frente contra presidente Jair Bolsonaro no Congresso Nacional e na eleição presidencial de 2022.

“Vivemos um momento muito difícil, de retrocesso civilizatório. com um presidente despreparado. Que o espírito da frente ampla nos guie nessa jornada”, disse a ex-prefeita Marta Suplicy, que rompeu com o seu partido, o Solidariedade, para apoiar Covas na campanha.

E concluiu: “Soubemos nos unir frente ao mal maior. Nesse momento eu percebo uma sombra em nossa cidade, que é reflexo de nossa pátria. A gravidade dessa situação me levou, desde o ano passado, a conversar com todas as forças democráticas no sentido da construção de uma frente ampla.”

O PT também oficializou a candidatura do empresário e professor Jilmar Tatto à Prefeitura de São Paulo. O anúncio ocorreu durante convenção virtual realizada pelo partido. Sem passar por votação, a candidatura de Tatto foi oficializada pela executiva municipal do PT. O nome do candidato a vice-prefeito ainda não foi definido, mas são cotados os de três mulheres do próprio partido.

Tatto, que foi deputado federal e estadual, discursou de cima de uma laje, na Zona Sul da capital. Integrantes do PT e jornalistas acompanharam o discurso por meio da transmissão em um telão montado na sede do diretório municipal, na Bela Vista, região central da cidade. O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) participou da solenidade. Em 2018, Haddad acabou derrotado pelo presidente Jair Bolsonaro na disputa pelo Palácio do Planalto. Tatto sinalizou que vai revisar contratos da atual gestão e pautará sua campanha em quatro eixos: solidariedade e justiça social; desenvolvimento econômico; gestão participativa e incentivo à cultura.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação