Repercussão

Candidato do Novo a prefeito de SP toma bronca de Amôedo por elogiar Maluf

Após a repercussão negativa, Filipe Sabará pediu desculpas e disse que se expressou mal

Correio Braziliense
postado em 16/09/2020 22:12 / atualizado em 16/09/2020 22:17
 (crédito: Twitter/ reprodução )
(crédito: Twitter/ reprodução )

O candidato do Partido Novo a prefeito de São Paulo, Filipe Sabará, levou uma bronca do ex-presidente partido João Amôedo. Em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, nesta terça-feira (15/9), Filipe Sabará elogiou o ex-deputado federal e ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf, condenado por lavagem de dinheiro.

No Twitter, Amôedo rechaçou o elogio. "A citação de um político corrupto como exemplo de gestão é inadmissível. O 'rouba mas faz' fere frontalmente os valores e princípios do Novo", afirmou. "Essa prática não pode ser endossada por ninguém do partido. Espero que o Diretório Municipal de SP tome as providências cabíveis", acrescentou.

Na entrevista, Filipe Sabará chegou a dizer que Maluf é o típico "rouba, mas faz". "Fez muita coisa, imagina São Paulo sem as obras do Maluf. Para a população, imagina sem as realizações do Maluf. Para mim, o Maluf foi o melhor prefeito", afirmou.

Depois da repercussão, o candidato pediu desculpas pela declaração. No Twitter, ele disse que se expressou mal. "Peço desculpas por ter me expressado mal na entrevista de ontem ao Pânico na JP. Não sou em hipótese alguma conivente com qualquer tipo de ato ilícito. O melhor prefeito de São Paulo será o que fizer muitas realizações aliadas ao total respeito ao dinheiro público", disse.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação