2022

Bolsonaro empataria com Lula e Moro no segundo turno, aponta pesquisa

Segundo o levantamento, se o presidente enfrentasse Lula hoje no segundo turno, cada um receberia 41% dos votos. Contra Moro, haveria empate técnico, com 40% para o presidente e 37% para o ex-juiz

Correio Braziliense
postado em 17/09/2020 21:06 / atualizado em 17/09/2020 21:28
 (crédito:  Ed Alves/CB/D.A Press e Sérgio Lima/AFP)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press e Sérgio Lima/AFP)

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/9) mostra que os adversários mais fortes de Bolsonaro são o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Em um eventual segundo turno com os dois, Bolsonaro teria dificuldades para se reeleger, aponta o levantamento, realizado pelo Poder Data.

Numa disputa entre o atual presidente e o ex-presidente, cada um ficaria com 41%. Se o concorrente fosse seu ex-ministro, haveria empate técnico. Nesse cenário, Bolsonaro aparece com 40% no levantamento e Sergio Moro, com 37%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

O estudo mostra ainda que Bolsonaro venceria no segundo turno Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

De todos os nomes avaliados, o único que atualmente não pode concorrer a cargos públicos é Lula, que, por ter condenação em segunda instância, é impedido de se candidatar pela Lei da Ficha Limpa. Lula busca, na Justiça, recuperar seus direitos eleitorais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação