DIA DO AVIADOR

Bolsonaro "batiza" caça sueco apresentado pela FAB

Durante o discurso, presidente falou sobre a importância das Forças Armadas para a soberania do país e recorreu a uma frase de Santos Dumont, pai da aviação, para homenagear a corporação

Ingrid Soares
postado em 23/10/2020 13:14 / atualizado em 23/10/2020 14:05
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Com uma garrafa de champanhe, o presidente Jair Bolsonaro batizou na manhã desta sexta-feira (23/10) a primeira aeronave multimissão F-39E Gripen durante a solenidade do Dia do Aviador e do Dia da Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea de Brasília.

A aeronave foi vista nesta semana em voos de treino pela cidade. Ao inaugurar o avião, o chefe do Executivo recebeu informações sobre o novo caça de origem sueca. Em comemoração, ele jogou o espumante no bico da aeronave e em seguida, entrou no Gripen.

Durante o discurso, Bolsonaro falou sobre a importância das Forças Armadas para a soberania do país e recorreu a uma frase de Alberto Santos Dumont, pai da aviação.

"Quando tudo se diz parecer incerto, lembre-se das Forças Armadas. Como bem diz a história. Elas sempre estarão prontas para defender a Pátria e para garantir a nossa liberdade. Hoje é um dia especial para todos os brasileiros. Comemoramos o dia do Avidor e da Forças Aérea brasileira. Nada mais significativo para o presidente da República do que estar ao lado de vocês nesta solenidade. Recorro a uma frase de um dos maiores brasileiros da história da humanidade, nosso Alberto Santos Dumont. 'Inventar é imaginar o que ninguém pensou; é acreditar no que ninguém jurou; é arriscar o que ninguém ousou; é realizar o que ninguém tentou. Inventar é transcender'", disse.

O mandatário completou com uma homenagem. "Santos Dumont, minero, desportista e apaixonado pela tecnologia materializou de forma categórica a criatividade e o espírito aventureiro do povo brasileiro. é um exemplo para todos nós nos momentos em que tivermos que enfrentar desafios. Só essas qualidades podem explicar a realização de um dos maiores feitos de toda a história. O voo pioneiro do mais pesado que o ar, nosso famoso 14 Bis, em Paris. Seu feito colocou definitivamente o Brasil na história mundial da aviação e das grandes invenções da humanidade", apontou.

Ano especial

Bolsonaro também ressaltou que 2020 é um ano especial para a Força Aérea Brasileira pela aquisição de novas aeronaves. "2020 sera um ano marcante para a Força Aérea Brasileira. Fomos capazes de colocar no ar dois vetores que podem transformar de forma irreversível nossa operacionalidade, nossa capacidade logística e de afirmar nossa superioridade nos 22 km² de espaço aéreo, indispensáveis à nossa soberania. Incorporamos em nossa fronta duas aeronaves reconhecidamente modernas e estratégicas para a FAB: o K-390 e o Gripen F-39. É uma demonstração cabal a cada um de nós que com liberdade e comprometimento, o sonho de nosso povo estará ao alcance de todos. Meus parabéns, parabéns aos filhos altivos dos ares e a Força Aérea brasileira", concluiu.

O dia 23 de novembro marca os 114 anos do primeiro voo do 14-Bis, realizado em 1906 por Alberto Santos-Dumont no Campo de Bagatelle, em Paris, e homenageia os integrantes da FAB.

Cooperação

O novo caça Gripen está sendo empregado nas atividades de desenvolvimento conjunto que estão sendo realizadas no parque industrial brasileiro, por cooperação entre a Saab e as empresas nacionais selecionadas como beneficiárias no programa de transferência de tecnologia (offset).

A previsão de entrega à FAB das primeiras aeronaves operacionais é para o final de 2021. Ao todo, serão 36, em um contrato celebrado entre governo brasileiro e uma fabricante sueca.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação