Live

Bolsonaro diz que reeditará decreto do SUS na semana que vem

Decreto que abria possibilidade de privatizações de UBS foi revogado depois de críticas

Thays Martins
postado em 29/10/2020 22:36 / atualizado em 29/10/2020 22:40
 (crédito: Facebook/ reprodução )
(crédito: Facebook/ reprodução )

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta quinta-feira (29/10), que reeditará o decreto sobre privatização de unidades básicas de saúde até semana que vem. O presidente revogou o ato do poder Executivo após críticas. De acordo com Bolsonaro, houve um má interpretação da proposta. 

"Tivemos um probleminha ontem com o decreto do SUS, que não tinha nada ver com privatização. Mas grande parte da mídia caiu em cima dizendo que o pobre não ia poder usar o SUS. Revoguei o decreto, dei uma nota explicando o que era o decreto. E, nos próximos dias, devemos reeditar o decreto, o que deve acontecer semana que vem", disse. 

O decreto autorizava o Ministério da Economia a realizar estudos sobre a inclusão das unidades básicas de saúde (UBSs) no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).

A publicação foi criticada por diversas entidades e especialistas, além de repercutir nas redes sociais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação