ELEIÇÕES

Bolsonaro fará live diária com candidatos a prefeito e vereador

Presidente anunciou neste sábado (7/11) que convidará políticos que concorrerão no pleito deste ano para uma espécie de "horário eleitoral gratuito"

Augusto Fernandes
postado em 07/11/2020 20:30 / atualizado em 07/11/2020 21:19
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

A partir da próxima segunda-feira (9/11), o presidente Jair Bolsonaro vai promover lives diárias nas suas redes sociais com candidatos a prefeito e a vereador que disputarão o pleito municipal deste ano, cujo primeiro turno será realizado no domingo (15/11).

Durante transmissão ao vivo neste sábado (7/11), Bolsonaro comentou que fará as transmissões para apresentar os seus apadrinhados e as propostas de cada um deles, no que ele definiu como o "nosso horário eleitoral gratuito".

"A gente pretende, a partir de segunda-feira, todo dia às 19h, ate o sábado (14/11), fazer uma live, que seria o nosso horário eleitoral gratuito. Vamos falar de política aqui. A gente pretende, se for possível, trazer alguns desses candidatos", anunciou o presidente.

No vídeo, Bolsonaro estava acompanhado de uma das suas apostas eleitorais, a Coronel Fernanda (Patriota), que vai concorrer a uma vaga ao Senado por Mato Grosso. Neste ano, além de prefeito e vereador, os eleitores do estado terão de votar para senador em razão da cassação, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do mandato da ex-senadora Selma Arruda e de seus dois suplentes por caixa dois e abuso do poder econômico na campanha de 2018.

Bolsonaro pediu aos eleitores que ainda não escolheram seus candidatos a votar nos nomes apoiados por ele. "Se você tem seu candidato, continue com ele, sem problema nenhum. Mas você, que está indeciso e você que gosta de mim, que tem simpatia pelo nosso trabalho, peço que apoie esses candidatos."

O mandatário afirmou que precisa de políticos nos municípios que deem respaldo ao governo federal. Bolsonaro ainda alertou que cada voto é indispensável, sobretudo para evitar que o Brasil seja governado pela esquerda. "O apelo que faço a vocês: votem. O pior voto é aquele que é neutro, que é nulo, que é branco, que faz uma gracinha e não quer votar em ninguém. O voto é muito importante", defendeu Bolsonaro.

"Vocês estão vendo as questões do mundo, como está a política no mundo. Cada um tem a sua opinião, mas vocês têm que ver que, aqui na América do Sul, vários países nós temos pintados, novamente, de vermelho. Eu não tenho como mudar de acordo com o que eu acho que tem que ser mudado o destino do Brasil, porque tem gente que acha que o destino tem que ser outro. E pode até ser que ele tenha razão, mas eu faço o meu trabalho com o coração. Agora, precisamos, sim, de prefeitos afinados com aquilo que você pensa. Com vereadores e com a senadora pelo Mato Grosso, porque são essas pessoas que dão força para que essas políticas sejam levadas avante no futuro", acrescentou.

Ele também pontuou que os eleitores devem avaliar bem cada candidato. "A gente, muitas vezes, não dá valor a uma candidatura a vereador. Eu comecei como vereador, fui eleito em 1988, e 30 anos depois cheguei à Presidência da República. Então, você pode estar plantando aí no seu município o futuro prefeito da capital, o futuro governador do estado e, quem sabe, um futuro presidente da República", disse.

Pandemia da covid-19

De acordo com Bolsonaro, a forma como os políticos lidaram com a pandemia do novo coronavírus deve ser levada em conta na hora de o eleitor definir o voto.

"Você sabe o que você sofreu na mão do seu governador e do seu prefeito. Se você sofreu, não reeleja seu prefeito. Você quer continuar sofrendo? Imagine que venha a tal segunda onda aí. Vai fechar teu município, de novo, tudo? Acaba com a economia", alertou.

"Se tiver a segunda onda, os prefeitos vão ser importantíssimos. Porque os prefeitos podem falar que, se o governador quiser o lockdown, um confinamento, os prefeitos podem reunir e ir lá falar com o governador e resolver essa parada. O seu voto e importantíssimo agora. Se o prefeito fez barbaridade, não reeleja", completou o presidente. 

Valores

Outra dica de Bolsonaro aos eleitores foi para que eles deem preferência a candidatos "com viés conservador, preocupados com a família e com os bons costumes,  e que vão fazer com que o município funcione melhor na questão da educação".

"Tem que olhar esses valores nessas pessoas para você decidir o seu voto. Se ele é um bom administrador. Ver a vida pregressa dele. Ver o partido político. Mas tem certos partidos que não dá para votar nessas pessoas. Que seja até um conhecido teu, não dá. Você está voando em alguém que, no futuro, vai ajudar a eleger gente dos próprios partidos", observou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação