Repercussão

#Bolsonarogenocida: usuários levantam tag após falas do presidente sobre covid-19 e vacina

O presidente disse que o Brasil precisava parar de ser um "país de maricas"

Correio Braziliense
postado em 10/11/2020 19:25
 (crédito: AFP / EVARISTO SA)
(crédito: AFP / EVARISTO SA)

O presidente Jair Bolsonaro virou alvo de críticas nas redes sociais nesta terça-feira (10/11). A tag #Bolsonarogenocida foi parar nos Trending Topics do Twitter por duas declarações do presidente. Em uma cerimônia no Palácio do Planalto, o chefe do Executivo chamou o Brasil de "país de maricas" pela forma como estava lidando com a pandemia da covid-19. Mais cedo, Bolsonaro comemorou a interrupção dos testes clínicos da vacina CoronaVac

Nas redes, os usuários criticaram as falas do presidente. "Minha reação ao ouvir o pronunciamento desse genocida. Eu espero que todos você se lembrem de cada palavra e de cada ato. A eleição é daqui a 2 anos e espero que possamos reverter isso em 2022. Esse erro monstruoso", escreveu uma usuária. "O IML informou que a morte do voluntário da vacina Coronavac foi por suicídio e não em decorrência do teste. Bolsonaro utilizou essa tragédia para defender a sua política da morte. #BolsonaroGenocida não respeita a ciência e o Brasil", publicou outra. 

Entenda 

O estudo da CoroVac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butatan, foi suspenso na noite desta segunda-feira (9/11) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A alegação foi que um voluntário tinha apresentado uma reação adversa grave. Nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse que ele tinha "vencido" uma disputa com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). 

Nesta terça, o Instituto Butatan disse que a reação não tinha a ver com a vacina. O Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia de São Paulo diz que a causa da morte do voluntário foi suicídio. 

Mais tarde, em cerimônia de lançamento da Retomada do Turismo, o presidente disse que o Brasil tinha "superdimensionado" a pandemia e que o Brasil tinha que parar de ser um "país de maricas". 

Veja as reações na internet:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação