Diplomacia

Após fala de Bolsonaro, embaixador dos EUA posta vídeo sobre poder militar

Presidente falou em usar a "pólvora" quando "acaba a saliva", em referência às declarações de Joe Biden sobre a Amazônia. Norte-americanos têm uma das maiores e mais profissionais forças armadas do mundo

Renato Souza
postado em 11/11/2020 12:44
Os Marines estão em várias representações dos EUA no mundo. E são reconhecidos pela excelência do treinamento -  (crédito: divulgação/rede social)
Os Marines estão em várias representações dos EUA no mundo. E são reconhecidos pela excelência do treinamento - (crédito: divulgação/rede social)

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, publicou no Twitter um vídeo exaltando o poder bélico dos fuzileiros navais norte-americanos. A publicação ocorreu horas após o presidente Jair Bolsonaro falar em "usar pólvora", ao se referir às críticas do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, sobre queimadas na Amazônia.

As imagens ressaltam que os "Marines" estão presentes nas embaixadas e consulados do país no exterior, inclusive no Brasil. O vídeo mostra militares desfilando em frente ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

O texto, em português, diz que os fuzileiros estão "sempre de prontidão para responder de forma rápida, seja por terra, ar ou mar". O vídeo ressalta ainda que é o maior corpo de fuzileiros do mundo. Na publicação, Todd ressalta que EUA e Brasil mantêm uma relação bilateral harmoniosa.

As críticas de Bolsonaro se referem à afirmação de Biden, que disse ter a intenção de arrecadar US$ 20 bilhões (R$ 100 bilhões) para investir na proteção da Amazônia. Mas, caso o governo Bolsonaro continuasse a promover a devastação do bioma, o presidente eleito ameaçou o Brasil com sanções comerciais.

"Assistimos a um grande candidato a chefia de Estado (Biden) dizendo que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, ele vai levantar barreiras comerciais contra o Brasil. (...) Apenas na diplomacia não dá (...) Quando acaba a saliva, tem que ter pólvora", disse o Bolsonaro, na terça-feira (10/11), em evento no Palácio do Planalto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação