Eleições

Partidos querem suspender eleições em todo o Amapá

Iniciativa é dos partidos Rede e PSB. Moradores de outros municípios denunciam que sofrem com o apagão e seus efeitos assim como Macapá, cujo pleito foi suspenso na manha desta quinta-feira pelo plenário do TSE

Luiz Calcagno
postado em 12/11/2020 14:17
Apagão que varre o Amapá há 10 dias vem causando revolta na população; 13 dos 16 municípios do estado estão sem energia -  (crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Apagão que varre o Amapá há 10 dias vem causando revolta na população; 13 dos 16 municípios do estado estão sem energia - (crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O partido Rede de Sustentabilidade e o PSB vão entrar com requerimento para adiar as eleições nos demais municípios do Amapá. Isso porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou, nesta quinta-feira (12/11), o pleito apenas na capital, Macapá, cujo primeiro turno ocorreria junto com restante do país neste domingo (15/11) – e o segundo, no dia 29/11. O apagão, que teve início em 3 de novembro e entrou no 10º dia com manifestações e quebra-quebra pela população insatisfeita, atinge 13 dos 16 municípios do estado.

A população do Amapá criticou a decisão dos ministros do TSE de atender apenas a capital. A historiadora Marcela Viana, por exemplo, fez um vídeo mostrando que o município de Santana, vizinho a Macapá e separado da capital apenas por uma ponte, também sofre com o apagão e todos os problemas que causa – falta de água, manifestações e o aumento no número de casos do novo coronavírus. Ainda assim, lá a previsão é de eleições neste domingo.

“Adiaram nossas eleições, mas só em Macapá”, criticou a historiadora em um vídeo. “Não adiaram em outros municípios, que também estão sofrendo apagão e com aumento de casos na pandemia. Santana fica grudado com Macapá e não teve eleições adiadas. Também tem apagão, também tem pandemia, também tem protesto. Só o que liga Macapá a Santana é uma ponte”, mostrou.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que entrará com o requerimento para adiar as eleições nos 16 municípios do estado “nas próximas horas”. “A frente Macapá Solidária, composta pelo PSB e Rede, protocolará, nas próximas horas, no TRE, uma solicitação para que o adiamento das eleições, já definido para a capital Macapá, para que ocorra, também, nos demais municípios do estado”, adiantou.

“O apagão atinge 13 dos 16 municípios do Amapá. Santana fica junto à cidade. Mazagão fica a 20 km, 25 km. Não se justifica adiar as eleições em Macapá e não adiar nos demais municípios. Os mesmos problemas que os macapaenses estão sofrendo, os santanenses e mazaganenses também estão sofrendo, assim como os demais cidadãos e cidadãs dos municípios do estado”, argumentou o senador.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação