ACIDENTE

Um dia após acidente em São Paulo, Bolsonaro lamenta mortes

Na última quarta, o acidente entre um ônibus e um caminhão vitimou fatalmente 41 pessoas

Ingrid Soares
postado em 26/11/2020 20:23
 (crédito: Evaristo Sá/AFP)
(crédito: Evaristo Sá/AFP)

Um dia depois do acidente que matou 41 pessoas em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro lamentou o ocorrido em transmissão de live na noite desta quinta-feira (26/11).

“É de lamentar o acidente entre um ônibus e um caminhão na região de Taguaí. A batida deixou um saldo de 41 mortos. É uma tristeza. Qualquer morte realmente a gente sente, e sente muito mais quando são jovens, pais, mães, filhos. Então os nossos sentimentos aos familiares e amigos dessas vítimas lá em Itaguaí, São Paulo”, apontou o chefe do Executivo.

Das 41 vítimas do acidente, 39 eram da cidade de Itaí (SP), as outras duas de Taquarituba (SP) e Paraná. O ônibus, que levava os funcionários de uma empresa têxtil, saía de Itaí em direção ao estabelecimento. Segundo o Comando de Policiamento Rodoviário da PM do estado, o acidente é o maior já ocorrido em 22 anos nas rodovias estaduais.

A companheira do motorista Geison Gonçalves Machado, 22 anos, envolvido no acidente afirmou que o homem não tinha habilitação para dirigir caminhão. A delegada responsável pelo caso, Camila Rosa Alves, afirmou em uma coletiva de imprensa, que se confirmadas irregularidades sobre o veículo e o motorista, Geison será indiciado por homicídio culposo e direção perigosa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE