ELEIÇÕES

"Cada um decida da melhor maneira seu voto", diz Bolsonaro sobre SP

Com a saída de Celso Russomanno da corrida para a prefeitura paulistana, presidente prefere manter-se neutro na disputa entre Guilherme Boulos (PSOL) e o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB)

Ingrid Soares
postado em 26/11/2020 22:49
 (crédito: Evaristo Sa/AFP - 9/4/19 )
(crédito: Evaristo Sa/AFP - 9/4/19 )

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em live na noite desta quinta-feira (26/11) que não tomará partido em relação aos candidatos à prefeitura de São Paulo no segundo turno, após a derrota do deputado federal Celso Russomanno (Republicanos). O pleito é disputado agora por Guilherme Boulos (PSOL) e o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB).

"São Paulo, o meu candidato perdeu, não foi pro segundo turno. Agora vocês podem decidir entre o Covas e o Boulos. O Covas declarou que não votou em mim no segundo turno, em 2018, então ele votou no PT, votou no Haddad. E o outro cara, do PSOL, é conhecido. Não vou dar dica, não vou entrar em política aqui, cada um decida da melhor maneira o seu voto agora em São Paulo. Então, tô fora dessa", declarou.

Já sobre a corrida eleitoral no Rio de Janeiro, o mandatário afirmou que viajará para a cidade e votará em Marcelo Crivella, apostando em sua reeleição.

"Domingo vou no Rio de Janeiro, está previsto, vou votar. O pessoal já sabe em quem vou votar, que eu fiz campanha pro Marcelo Crivella. Não me interessa pesquisa, que eu nunca acreditei em pesquisa", justificou.

Apesar de haver material de campanha como panfletos e cartazes de Crivella sob a mesa, Bolsonaro não os exibiu aos espectadores.

Conselhos

Para a população que votará no final de semana, o presidente sugeriu que levem em consideração a religião, valores familiares e se o candidato defende "ideologia de gênero". Ele citou ainda uma pequena lista de partidos os quais considera não votáveis.

"E quem vai pro segundo turno: boa sorte, uma boa decisão, e leve em conta, sim, o partido ao qual esse candidato no segundo turno pertence. O que esse partido defende, sempre defendeu, ideologia de gênero, desgaste de valores familiares, ignorando educação, um montão de coisas. Veja o que esses partidos defenderam pra você então não votar nesses candidatos a prefeitos desses partidos, que vocês sabem, PT, PCdoB, PSOL, PDT, entre outros ali", enumerou.

Bolsonaro completou que uma má escolha nas urnas pode acarretar em uma "educação de lixo" nas escolas. "É esse o apelo que eu faço. Por quê? O futuro do teu filho vai passar pelas mãos desse prefeito. Esse prefeito vai decidir se a escola vai estar fechada ou não e o que, em parte, vai ser ensinado em sala de aula, o que ele vai defender. O que, muitas vezes, esse candidato a prefeito prometeu a um partido coligado a ele. Por exemplo, vamos supor, o Rio de Janeiro: o candidato a prefeito lá prometeu ao PSOL a secretaria da Educação. Pô, se esse cara ganhar, não reclame do lixo que o teu filho vai ter quando chegar em sala de aula", argumentou.

O presidente também pediu que seus apoiadores observem candidatos que defenderam o isolamento social e o lockdown. "Tem gente aí, tem prefeito, alguns, né?, que já estão falando em novo confinamento, lockdown. Então... agora é tarde, para quem o prefeito já foi reeleito. Tá falando em lockdown, alguém tá contra? Você tinha que ter visto... Será que você não consegue entender que o que ele fez ao longo desse... de março pra cá, basicamente, começou a pandemia, e ele foi reeleito, o que é que tá na cabeça dele? "Eu fiz certo. Vou continuar o lockdown". Agora pode mudar isso onde? Onde tem segundo turno", disse o presidente.

Bolsonaro disse que ainda há tempo de virar o jogo. Eu vou dar dica pra você? Não. Você que decida aí... não sei quantos, aproximadamente ou mais ou menos 100 municípios teremos segundo turno ainda, então dá tempo de você ver isso. E, também, muito importante: vê o partido que o cara tá e o partido que ele tá coligado. Meu Deus do céu, será que é difícil escolher assim?", questionou o chefe do Executivo.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE