Popularidade

Ibope/CNI: Avaliação positiva do governo Bolsonaro cai de 40% para 35%

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (16/12) mostra que a parcela da população que considera bom ou ótimo o atual governo passou de 40%, em setembro, para 35%

Bruna Pauxis*
postado em 16/12/2020 14:17 / atualizado em 16/12/2020 18:57
 (crédito: Evaristo Sá/AFP)
(crédito: Evaristo Sá/AFP)

Pesquisa Ibope/CNI divulgada nesta quarta-feira (16/12) revela que a parcela da população que considera o governo do presidente Jair Bolsonaro como sendo bom ou ótimo, caiu de 40% em setembro, para 35%. O percentual, contudo, ainda é maior do que o registrado em dezembro do ano passado.

“As principais razões por trás dessa queda de popularidade se encontram no aumento da inflação e nas políticas e ações relacionadas ao combate à covid-19”, afirma Renato Fonseca, gerente-executivo de Economia da Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

A pesquisa revela que 44% dos entrevistados confiam no presidente, 35% têm perspectivas boas para o restante do governo e 30%, expectativa regular. As áreas mais bem avaliadas do atual governo são: Segurança pública (44%), Combate à fome e à pobreza (44%) e Educação (42%).

Popularidade por região

As regiões Nordeste e Sudeste concentram a maior parte da população descontente com o presidente. Para 36%, no Sudeste, e 34%, no Nordeste, o governo está sendo ruim ou péssimo. Nas duas regiões, 55% não confiam em Bolsonaro; e 52% dos entrevistados, no Sudeste, e 51%, no Nordeste, não aprovam sua maneira de governar.

Na região Sul, Bolsonaro continua popular. Dos entrevistados, 44% consideram o governo como ótimo ou bom, 52% confiam no presidente e 55% aprovam sua maneira de governar. O estudo revela, também, que o atual governo tende a conquistar mais a população das cidades pequenas, de até 50 mil habitantes.

"Tais cidades apresentam a maior proporção de residentes satisfeitos com Bolsonaro: mais da metade da população confia no presidente e aprova sua maneira de governar, respectivamente, 53% e 55%. Os percentuais caem, respectivamente, para 35% e 36% nas grandes cidades (com mais de 100 mil habitantes), onde 62% não confiam no presidente e 58% desaprovam sua maneira de governar", afirma a pesquisa.

Impopular entre os jovens

Segundo o levantamento, Bolsonaro é mais impopular entre os jovens. Dentre os entrevistados de 16 a 24 anos, 39% consideram o governo ruim ou péssimo. Na mesma faixa etária, os que não confiam no presidente são 64%; e os que desaprovam sua maneira de governar somam 55%. No mesmo espaço de idade, 28% dos jovens consideram o atual governo como ótimo ou bom.

A queda de popularidade do presidente é mais acentuada na categoria de 24 a 35 anos, dos quais 37% consideram o governo ruim ou péssimo, contra 29% que o consideram ótimo ou bom. Do total, 56% não confiam em Bolsonaro e 53% desaprovam sua maneira de governar.

Estagiária sob a supervisão de Andreia Castro

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE