PANDEMIA

Sem provas, Bolsonaro diz em live que eficácia da CoronaVac "está lá embaixo"

Presidente também fez críticas ao governador de São Paulo, João Doria, e voltou a indicar o uso de hidroxicloroquina contra a covid-19

Renato Souza
postado em 24/12/2020 20:56 / atualizado em 24/12/2020 21:45
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

Em uma série de declarações polêmicas com críticas aos opositores, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a eficácia da CoronaVac, vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a chinesa Sinovac, "está lá embaixo!". O chefe do Executivo não apresentou dados que embasem as declarações.

Durante live semanal pelas redes sociais, o chefe do Executivo afirmou que não daria dados, mas que teve a informação sobre o caso. "A eficácia daquela vacina de São Paulo está lá embaixo, está lá embaixo. Não vou divulgar percentual aqui porque se eu errar 0,001% vou apanhar da mídia, mas o percentual aprece que esta la embaixo levando-se em conta a outra", disse Bolsonaro.

A Turquia divulgou que a coronavac, que também foi testada em seu território, apresentou eficácia de 91,1%. O país afirmou que vai continuar com testes, mas pretende pedir o licenciamento de uso para a agência que regula o setor no país.

Além de minimizar os resultados da vacina, o presidente também criticou o governador João Doria, que viajou à cidade de Miami nesta semana, em meio a pandemia. "O povo tem que ficar em casa que eu vou passear em Miami. Pelo amor de Deus, calcinha apertada. Isso é coisa de calça apertada, calcinha apertada", completou o presidente.

Ele também recomendou um "tratamento precoce" contra a doença, que não tem comprovação científica. O presidente voltou a recomendar uso de hidroxicloroquina contra a covid-19, mesmo com testes científicos comprovando que o medicamento não tem eficácia contra a doença.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE