Presidente

Bolsonaro diz que gasto com cartão 'é zero' e desafia imprensa a desmenti-lo

A apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, ele disse que, no seu cartão "particular", seria possível usar R$ 26 mil por mês "para fazer o que bem entender".

Agência Estado
postado em 28/12/2020 14:58
 (crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente da República, Jair Bolsonaro, sustentou nesta segunda-feira, 28, que seu gasto com o cartão corporativo seria "zero" e desafiou a imprensa a desmenti-lo. A apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, ele disse que, no seu cartão "particular", seria possível usar R$ 26 mil por mês "para fazer o que bem entender".
"O gasto que tem é com as emas, com energia elétrica, comida para quase 200 pessoas que ficam aqui e na Granja do Torto. Alguma viagem de avião, muitas vezes o abastecimento do avião entra no cartão corporativo", alegou o presidente.
Segundo matéria da Folha de S.Paulo, a atual gestão gastou em média R$ 672,1 mil por mês até aqui, 51,7% mais que a média do governo de Michel Temer (MDB) e 2,6% menor que a da gestão de Dilma Rousseff (PT).
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE