CORONAVÍRUS

"(Só) mais ou menos 25% dos países estão vacinando", justifica-se Bolsonaro

O presidente voltou a dizer que a mídia criou pânico perante a população: "Tem que enfrentar, pô, é igual a uma guerra"

Ingrid Soares
postado em 05/01/2021 23:20 / atualizado em 05/01/2021 23:21
 (crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
(crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta terça-feira (5/01), que vê pressão pela venda das vacinas contra o novo coronavírus. A declaração foi feita a apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, após ter feito uma visita ao Ministério da Saúde.

“O pessoal fica me criticando, né? 'Os países todos estão vacinando.' Não é verdade. Mais ou menos 25% dos países estão vacinando. E, detalhe, um fabricante vendeu 10 mil vacinas para 20 e poucos países, então eles estão vacinando, mas não estão vacinando seu povo como um todo. Quer dizer, 10 mil vacinas para um país não é nada. Não interessa que seja o Paraguai, com uma população pequena, ou até a Alemanha, com uma população média, ou até mesmo o Brasil. Mas isso vem a pressão, porque vende", afirmou.

O presidente voltou a dizer que a mídia criou pânico. "Agora, criaram pânico perante a população e quando eu falei, lá atrás, que tinha que enfrentar... 'Ah, ele despreza a morte!'. Tem que enfrentar, pô, é igual a uma guerra", comparou.

O Brasil conta mais de 197 mil mortos por conta da covid-19 e, até o momento, o governo não especificou uma data para início da vacinação no país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE