Disputa no Senado

Progressistas vai apoiar Pacheco na disputa pela presidência do Senado

Partido presidido pelo senador Ciro Nogueira conta com sete senadores e fechou apoio ao senador mineiro escolhido pelo atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP)

Wesley Oliveira
postado em 13/01/2021 16:29 / atualizado em 13/01/2021 16:30
 (crédito: Roque de Sá/Agência Senado)
(crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

O Progressistas (PP) anunciou, nesta quarta-feira (13/1), apoio à candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) à presidência do Senado. O partido, presidido nacionalmente pelo senador Ciro Nogueira (PI), conta com um total de sete senadores.

“Acreditamos que o senador Rodrigo Pacheco se identifica com os anseios progressistas de unificar o Senado Federal em torno de projetos que vão garantir a retomada do crescimento econômico do país pós-pandemia e as reformas de que o Brasil precisa”, afirmou Ciro Nogueira.

Pacheco é o candidato apoiado pelo atual presidente do Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e também conta com a simpatia do Palácio do Planalto. Além do PP e do DEM, o senador mineiro conquistou até o momento o apoio do PSD (11 senadores), PROS (3), PT (6), Republicanos (2), PSC (1) e PL (3).

O senador terá como principal concorrente a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que teve seu nome oficializado nesta semana. O partido de Tebet tem a maior bancada da Casa, com 15 membros. Apesar disso, a emedebista atua agora nos bastidores para tentar tirar a vantagem de Rodrigo Pacheco.

Como a votação para presidente é secreta, há ainda o risco de traições. O pleito está marcado para o dia 1º de fevereiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE