ALIANÇA PELO BRASIL

Bolsonaro responde apoiador sobre novo partido: "Vai ficar curioso"

Chefe do Executivo tem repetido que decidirá em março se continuará com a ideia de criar o Aliança pelo Brasil ou se escolherá um outro partido já existente. Entre os pretendentes, ele já relatou que tem ‘namorado’ com o Patriota

Ingrid Soares
postado em 18/02/2021 10:49 / atualizado em 18/02/2021 10:49
 (crédito: Evaristo/Sá/AFP)
(crédito: Evaristo/Sá/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro respondeu nesta quinta-feira (18/2) a um apoiador que o questionou se já havia escolhido um partido para se filiar. “Vai continuar curioso”, disparou, na saída do Palácio da Alvorada.

O chefe do Executivo tem repetido que decidirá em março se continuará com a ideia de criar o Aliança pelo Brasil ou se escolherá um outro partido já existente. Entre os pretendentes, ele já relatou que tem ‘namorado’ com o Patriota. Porém, ressaltou que deseja ser autoridade no partido.

O mandatário também tem reclamado da burocracia para fundar o Aliança pelo Brasil e observou que o tempo está exíguo. Há mais de um ano na tentativa de fundar o Aliança pelo Brasil, Bolsonaro ainda está longe de atender aos requisitos para ter seu partido registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São necessárias 492 mil assinaturas para que o partido seja criado. No entanto, até agora, a sigla conseguiu reunir pouco mais de 57 mil rubricas válidas.

O chefe do Executivo ainda vem mantendo conversa com outras siglas que possivelmente poderão abarcá-lo, como PL, PP e PSL. Também em janeiro, a bancada do PTB esteve no Palácio do Planalto e convidou Bolsonaro a se filiar à sigla.

Reunião com Lira

Bolsonaro também cumprimentou demais bolsonaristas que o aguardavam, mas foi sucinto. Sem muita paciência, o chefe do Executivo alegou que estava com pressa e que não tiraria fotos repetidas com os apoiadores. Por fim, em meio a elogios recebidos, o mandatário pediu a Deus ‘que continue tudo em paz’.

Minutos antes, o mandatário se reuniu fora da agenda com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Em meio aos assuntos tratados, em pauta, a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), fiel defensor do presidente. Com semblante sério, ele não comentou sobre o encontro com o presidente da Câmara e tem mantido silêncio a cerca da prisão do parlamentar.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE