Governo

Mourão sobre Bolsonaro: 'É o responsável por tudo o que aconteça'

Vice-presidente comentou a troca de comando no Ministério da Saúde anunciada nessa segunda por Bolsonaro; Queiroga é o 4º ministro desde o início da pandemia

Ralph Assé*/Estado de Minas
postado em 17/03/2021 13:37
 (crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
(crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, nesta terça-feira (16/03), que o ministro da Saúde apenas cumpre as decisões do presidente. Portanto, segundo ele, Jair Bolsonaro “é o responsável por tudo o que aconteça ou deixe de acontecer”.

Pela terceira vez, desde o início da pandemia, houve troca de comando no Ministério da Saúde. Bolsonaro demitiu o general Eduardo Pazuello e nomeou o cardiologista Marcelo Queiroga para ocupar a pasta. A decisão foi anunciada nessa segunda-feira (15/03), mas ainda não foi publicada no Diário Oficial da União.

A troca se deu no pior momento da pandemia no Brasil, com o sistema de saúde em colapso, falta de leitos de UTI em hospitais, escassez de vacina e quase 280 mil mortos pela doença.

"A função do ministro quem define, é o decisor, é o presidente da República. O ministro é um executor das decisões do presidente da República. Até por isso, então, o presidente é o responsável por tudo o que aconteça ou deixe de acontecer, essa é a realidade", disse Mourão.

Pazuello e o atual ministro Queiroga iniciaram a transição de comando do Ministério da Saúde, em meio às dúvidas sobre a política de combate à covid-19 no país. Nesta terça, em uma reunião, Queiroga disse que “o ministro da Saúde executa a política do governo”.

Em resposta à fala do ministro, Mourão voltou a dizer que o titular executa somente as decisões do presidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE