Saúde

Deputados aprovam urgência para PL de igualdade salarial entre homens e mulheres

"É uma conquista da bancada feminina", disse Leão. Ela afirmou que o projeto tem apoio da bancada feminina na Câmara

Agência Câmara
postado em 29/04/2021 18:28
 (crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
(crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou há pouco requerimento de urgência para o Projeto de Lei 1558/21, que prevê multa para as empresas que pagarem salários diferentes para homens e mulheres na mesma função.
O requerimento foi apresentado pelos deputados Celina Leão (PP-DF) e Hugo Motta (Republicanos-PB). O projeto, do ex-deputado Marçal Filho, foi aprovado pela Câmara e enviado ao Senado, onde sofreu modificações, o que obrigou o retorno à Casa de origem.

"É uma conquista da bancada feminina", disse Leão. Ela afirmou que o projeto tem apoio da bancada feminina na Câmara.

Neste momento, os deputados analisam o Projeto de Lei 468/19, dos deputados Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ) e General Peternelli (PSL-SP), que cria o Cartão Nacional de Vacinação Online, vinculado ao CPF dos respectivos titulares.

Homenagem
Antes da votação do requerimento, o Plenário fez um minuto de silêncio em respeito às 400 mil pessoas que morreram, no Brasil, em decorrência da Covid-19. A homenagem foi um pedido da deputada Professora Rosa Neide (PT-MT).

A pauta de votações desta quinta também inclui as seguintes propostas:

  • PL 886/21 - isenção de tarifa para morador de município com pedágio;
  • PL 598/19 - inclui conteúdos sobre violência contra mulher nos currículos escolares;
  • PL 1561/20 - cria loteria da saúde para financiar SUS e combate à pandemia;
  • PL 1295/21- dispensa de licitação na aquisição de medicamentos para tratamento da covid-19.

CONTINUE LENDO SOBRE