ELEIÇÕES 2022

'Eu e Ciro conversamos e nos entendemos', diz Mandetta sobre 2022

Ex- ministro criticou a polaridade politica e pediu diálogo entre pessoas com diferentes ideologias durante live da CSB

Ana Raquel Lelles*/Estado de Minas
postado em 30/04/2021 21:15
 (crédito:  Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Apesar das diferenças de ideologias políticas, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) contou que se entendeu com o ex-governador Ciro Gomes (PDT). Mandetta revelou, nesta sexta-feira (30/4), durante live da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), que Ciro também está presente.

O ex-ministro discute sobre os malefícios da polaridade política, principalmente no cenário das eleições de 2022.

“Eu e Ciro conversamos e nos entendemos perfeitamente, pois os valores eram maiores. O próximo passo é exatamente exercícios como esse em que a gente vai vendo aqueles que pregam que somos, diferentes, assimétricos, incapazes, vão se surpreender que não somos. Existem pesadelos que só sonhos para sair deles”, explicou o ministro.

“É utópico, pode ser que seja. Que vivamos de utopia”, disse. “Quero acreditar em um projeto de nação”, completou.

Em outro momento, Mandetta reforçou a importancia da fala de Ciro sobre dependencia tecnologica e ressaltou como as redes sociais podem ser usadas para momentos de debades de ideias divergentes, e não por politicos que usam para o "gabinete do ódio".

Mandetta participou, nesta sexta-feira (30/4), de uma live da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) que discutiu “caminhos para a reconstrução social” brasileira. A transmissão também contou com a participação do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), e dos ex-governadores Ciro Gomes (PDT) e Márcio França (PSDB).

O ao vivo começou às 19 horas no Facebook da CSB. Para divulgar a live, a central criou a hashtag #UniãoPeloBrasil e está em primeiro lugar dos assuntos mais comentados do Twitter Brasil desde o início da transmissão.

*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE