MUDANÇAS

Bruno Covas decide se licenciar da prefeitura de São Paulo para tratar câncer

Com a decisão, político ligado ao presidente da câmara municipal assume a maior prefeitura do país

Renato Souza
postado em 02/05/2021 17:18 / atualizado em 02/05/2021 17:40
 (crédito: Governo do estado de São Paulo)
(crédito: Governo do estado de São Paulo)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decidiu se licenciar do cargo neste domingo (02), por um período de 30 dias. O chefe do Executivo local enfrenta um câncer no intestino, que já se espalhou para outros tecidos do corpo. Com o afastamento, o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), assume a maior prefeitura do país.

Em nota, a prefeitura de São Paulo confirmou a decisão. Covas estava internado até a semana passada, quando deixou o hospital e passou a receber tratamento em casa. Ele recebe medicação e alimentação intravenosa. Ele foi reeleito em novembro do ano passado, e até então continuava realizando suas atribuições da unidade de saúde ou de casa.

No entanto, no começo deste ano o quadro se agravou. Os médicos afirmam que o quadro de saúde do prefeito exige cuidados. Ricardo Nunes é ligados ao presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM) e apoiado pelo governador, João Dória, que mira as eleições de 2022.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE