STF

Bolsonaro confirma que deve indicar ao STF ministro "terrivelmente evangélico"

"Imagina o STF começando a sessão com orações por parte desse ministro?", acrescentou o mandatário

Ingrid Soares
postado em 08/05/2021 10:56
 (crédito: Reprodução / Facebook)
(crédito: Reprodução / Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, na manhã deste sábado (08/05), que deverá escolher para a vaga do Supremo Tribunal Federal (STF) um ministro "terrivelmente evangélico". O mandatário destacou que já tem um favorito ao posto, no entanto, não anunciou o nome. Ele se referiu à vaga do magistrado Marco Aurélio Mello, que se aposentará da Corte em julho. A indicação necessita do aval do Senado.

“Em 5 de julho, 4 de julho, vai ser um terrivelmente evangélico. Já tem um cotado aí, por enquanto é ele, mas não está o batido o martelo”, contou a apoiadores na saída do Palácio do Planalto. Um dos nomes cotados é do Advogado-Geral da União (AGU), André Mendonça, que também é pastor.

Bolsonaro ainda repetiu comentário de que o STF deveria iniciar as sessões com uma oração. "Imagina o STF começando a sessão com orações por parte desse ministro?", acrescentou.

  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE