União

Lula e FHC assinam nota em apoio ao presidente da Argentina contra medidas de Guedes

Os dois ex-presidentes brasileiros se manifestaram contra as medidas de redução de tarifas do Mercosul tomadas pelo ministro da economia do governo Bolsonaro

Sarah Paes
postado em 05/06/2021 13:01
 (crédito: Ricardo Stuckert)
(crédito: Ricardo Stuckert)

Uma nota em apoio ao presidente da Argentina, Alberto Fernández, foi assinada pelos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Os dois ex-presidentes brasileiros se uniram para expressar suas opiniões contrárias às medidas de redução de tarifas do Mercosul, instituídas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. A ação pode prejudicar as indústrias do país que faz fronteira com o Brasil.

“Concordarmos com a posição do presidente da Argentina, Alberto Fernández, de que este não é o momento para reduções tarifárias unilaterais por parte do Mercosul, sem nenhum benefício em favor das exportações do bloco. Concordamos também que é necessário manter a integridade do bloco, para que todos os seus membros desenvolvam plenamente suas capacidades industriais e tecnológicas e participem de modo dinâmico e criativo na economia mundial contemporânea”, diz a nota divulgada pela coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Lula e FHC têm mostrado aproximação nas redes sociais. No dia 21 de maio, os dois se encontraram para um almoço e publicaram foto nos perfis do petista no Instagram, Twitter e Facebook. Segundo a postagem, o almoço foi realizado a convite do ex-ministro Nelson Jobim. “Os ex-presidentes tiveram uma longa conversa sobre o Brasil, sobre nossa democracia, e o descaso do governo Bolsonaro no enfrentamento da pandemia”, diz a legenda da foto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE