PANDEMIA

Queiroga confirma que avalia pedido de Bolsonaro para liberar uso de máscaras

Nesta tarde, presidente Bolsonaro afirmou que a pasta assinaria um parecer para desobrigar uso de máscara para quem já recebeu a vacina contra a covid-19 ou para quem já foi infectado pelo vírus

Amanda Oliveira
postado em 10/06/2021 21:59 / atualizado em 10/06/2021 22:33
 (crédito: Evaristo Sa/AFP)
(crédito: Evaristo Sa/AFP)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou, nesta quinta-feira (10/6), que avalia o pedido do presidente Jair Bolsonaro sobre um parecer que desobriga o uso de máscara para quem já recebeu a vacina contra a covid-19 ou para quem já foi infectado pelo vírus.

Segundo o titular, a pasta fará um estudo para tratar sobre a flexibilização da medida que é considerada uma das principais no combate a pandemia. "O presidente está muito satisfeito com o ritmo da campanha de vacinação no Brasil, da chegada de novas doses, da distribuição de mais de 100 milhões de doses de vacina.”

Em vídeo publicado no perfil oficial do Ministério da Saúde, Queiroga diz que o entusiasmo de Bolsonaro se deve à campanha nacional e aos avanços percebidos no cenário internacional. "O presidente me pediu que fizesse um estudo para avaliar a situação aqui no Brasil. Então vamos atender essa demanda."


A informação sobre a possibilidade de um parecer foi divulgada, mais cedo, pelo chefe do Executivo durante um evento do Turismo no Palácio do Planalto. Ao se referir ao ministro da saúde, Bolsonaro disse: "Um tal de Queiroga. Não sei se vocês sabem quem é”. Apesar de não ter citado datas, o mandatário afirmou que a desobrigação seria ultimada.

Autorização
A lei que obriga o uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados foi sancionada pelo governo, há quase um ano, em julho de 2020. Para alterar a regra, seria necessária a autorização do Congresso Nacional.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE