JUDICIÁRIO

Marco Aurélio sobre substituto: "Que o escolhido tenha realmente ilibada conduta"

O ministro deixará uma das 11 cadeiras do Supremo em 12 de julho — data em que completa 75 anos

Roberto Fonseca
postado em 21/06/2021 23:05 / atualizado em 21/06/2021 23:11
 (crédito: Reprodução/TV Cultura)
(crédito: Reprodução/TV Cultura)

O decano do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, está prestes a se aposentar. O ministro deixará uma das 11 cadeiras do STF em 12 de julho — data em que completa 75 anos. Em entrevista ao programa Roda Vida, da TV Cultura, Marco Aurélio comentou o processo de escolha do sucessor pelo presidente Jair Bolsonaro. "Que o candidato escolhido pelo presidente tenha realmente ilibada conduta e domínio técnico o suficiente a colocar a capa de ministro do Supremo sobre os ombros", afirmou na noite desta segunda-feira (21/6).


O advogado-geral da União, André Mendonça, é o favorito de Bolsonaro para ser o substituto de Marco Aurélio. O presidente do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Martins, que conta com o apoio da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos nos bastidores, e procurador-geral da República, Augusto Aras, também estão na disputa e buscam apoio no Congresso.

Na entrevista concedida ao Roda Viva, Marco Aurélio também comentou o papel do Supremo Tribunal Federal e a eventual "judicialização" da política. "Os poderes são harmônicos e independentes. (...) Cabe ao presidente do Supremo manter o diálogo constante, sentar à mesa com os presidentes dos demais poderes", disse Marco Aurélio Mello.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE