Governo

Bolsonaro sobre Salles: "Ele pediu para sair. Ele que tem que falar por quê"

Em conversa com apoiadores na porta do Alvorada, o presidente comentou sobre o dia de hoje, marcado por denúncias e baixa no governo: "Nem sei. Às vezes é apagando incêndio". Elogiado ontem pelo chefe, Salles sai do governo após meses de forte pressão

Ingrid Soares
postado em 23/06/2021 19:56

O presidente Jair Bolsonaro preferiu não estender comentários sobre a exoneração do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles na tarde desta quarta-feira (23/06). O chefe de governo foi questionado por um apoiador na entrada do Palácio da Alvorada, mas rebateu: "Não tem declaração. Ele pediu para sair. Ele pediu para sair, então ele que tem que falar por quê".

Perguntado sobre como foi o dia, Bolsonaro respondeu: "Nem sei. Às vezes é apagando incêndio". A saída de Salles foi publicada em um edição extra do Diário Oficial da União (DOU). Segundo o documento, a demissão foi a pedido próprio. Quem assume seu lugar no comando da pasta é Joaquim Álvaro Pereira Leite.

Em coletiva no Palácio do Planalto, o ministro pontuou que, apesar de ter o trabalho contestado nos dois anos e meio que esteve no governo, jamais feriu os princípios constitucionais. “(É) Uma tentativa de dar a essas medidas um caráter de desrespeito à legislação, de desrespeito à Constituição, o que não é absolutamente verdade”, ressaltou Ricardo Salles, ao se referir às críticas.

Ele justificou que a proteção ao setor produtivo e à propriedade privada têm sido “vilipendiadas” ao longo de muitos anos no país. Ricardo Salles afirmou que a agenda nacional precisa ter uma união forte de interesses, anseios e esforços.

Na terça-feira (22), Bolsonaro parabenizou o ex-ministro publicamente pelo serviço que ele vinha prestando frente à pasta e, indiretamente, lamentou decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou que o então ministro fosse investigado. O mandatário chegou a sinalizar ainda que, às vezes, a herança de se comandar um ministério é uma "penca de processos".

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE