CPI DA COVID

Omar Aziz pede reforço na segurança dos irmãos Miranda

Aziz disse que "caso aconteça alguma coisa, o diretor da PF vai responder pela vida deles"

Agência Estado
postado em 25/06/2021 23:00
 (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
(crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), engrossou o coro de vários senadores que pediram reforço na segurança dos irmãos Luis Ricardo Fernandes Miranda e Luis Miranda. As declarações ocorreram logo após o deputado confirmar, emocionado, que ouviu do presidente Jair Bolsonaro que as suspeitas de corrupção na compra da vacina indiana Covaxin seriam "rolo" do líder de governo na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas-PR).
Aziz disse que "caso aconteça alguma coisa, o diretor da PF vai responder pela vida deles". A responsabilidade pela segurança do deputado Luis Miranda é da polícia da Câmara que, segundo ele, já recebeu um pedido para reforçar sua escolta. O presidente da CPI disse que pedirá à Polícia Legislativa do Senado o reforço da segurança do servidor Luis Ricardo. Segundo Miranda, eles têm recebido ameaças.

CONTINUE LENDO SOBRE