APRESENTAÇÃO MILITAR

Manifestante preso por tentar impedir desfile militar na Esplanada é solto

Fabiano Leitão, mais conhecido como "TromPetista", protestou contra apresentação de veículos da Marinha na Esplanada. Segundo a Polícia Civil do DF, ele responderá por desobediência

Augusto Fernandes
postado em 10/08/2021 16:08 / atualizado em 10/08/2021 16:10
 (crédito: Reprodução/Redes Sociais)
(crédito: Reprodução/Redes Sociais)

A Polícia Civil do Distrito Federal vai investigar um homem que manifestou contra o desfile de veículos militares na Esplanada dos Ministérios, na manhã desta terça-feira (10/8). O músico Fabiano Leitão, mais conhecido por “TromPetista”, tentou impedir a passagem dos blindados e chegou a atirar bombas de fumaça vermelha em direção aos militares que participavam do ato.

Leitão foi preso por policiais militares após o protesto. “O homem foi detido por resistência, após ter entrado na frente dos tanques militares da Marinha a fim de impedir o desfile na Esplanada. Ele foi encaminhado à 5ª DP para providências. Motivo: motivação política”, informou a Polícia Militar do DF, em nota.

Na 5ª Delegacia de Polícia (área central de Brasília), Leitão foi autuado por desobediência. Depois de algumas horas detido, ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. De toda forma, TromPetista será obrigado a comparecer à delegacia caso seja intimado a dar mais informações.

Nas redes sociais, o PT criticou a prisão do músico. “Em defesa da democracia, sempre! Nossa solidariedade ao TromPetista, preso por se manifestar contra um governo fascista”, escreveu o partido, que posteriormente celebrou a soltura de Leitão: “Fabiano TromPetista livre”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE